Busca avançada
Ano de início
Entree


Desenvolvimento de laranjeira valência e caracterização de atributos do solo sob aplicação de cinza do bagaço de cana

Texto completo
Autor(es):
Danilo Ricardo Yamane
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
Data de defesa:
Membros da banca:
Antonio Baldo Geraldo Martins; Simone Rodrigues da Silva
Orientador: José Eduardo Corá; Dirceu de Mattos Junior
Resumo

Grande quantidade de cinza do bagaço de cana-de-açúcar é produzida no estado de São Paulo. Seu destino final tem sido o solo, contudo, sem a consideração de critérios técnicos estabelecidos com base em estudos para o reaproveitamento e uso para a produção agrícola. O presente trabalho teve como objetivos avaliar os efeitos da aplicação de cinza do bagaço de cana-de-açúcar nos atributos químicos do solo, na emissão de CO2 do solo, e no estado nutricional, atividade fisiológica e desenvolvimento de plantas jovens de laranjeira Valência. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com 5 tratamentos e 5 repetições, que consistiram na aplicação da cinza na superfície do solo e sem incorporação (0, 5, 10, 20 e 40 t ha-1 em base seca). O solo foi amostrado para determinação de características químicas aos 6 e 12 meses após a aplicação dos tratamentos. O estado nutricional das plantas foi avaliado após 12 meses, e o seu desenvolvimento após 8, 10 e 12 meses. As determinações da emissão de CO2 do solo e das trocas gasosas nas folhas das laranjeiras foram realizadas em dois períodos distintos, referente a uma época úmida e outra seca. A cinza do bagaço de cana-de-açúcar foi caracterizada principalmente como uma fonte de potássio. Os teores de potássio no solo aumentaram linearmente em função do incremento das doses da cinza. A máxima concentração estimada de potássio nas folhas, equivalente a 17,4 g kg-1, foi obtida na dose de 22,4 t ha-1. O incremento no teor foliar de potássio foi acompanhado por decréscimos nas concentrações de cálcio e boro nas folhas. As doses de cinza não influenciaram a concentração de metais pesados (As, Cr e Ni) no solo, folhas e frutos. Não houve efeitos da aplicação da cinza na emissão do CO2 do solo. A condutância estomática, transpiração e taxa de fotossíntese nas folhas das laranjeiras ... (AU)

Processo FAPESP: 11/15803-6 - Desenvolvimento de laranjeira valência e caracterização de atributos do solo sob aplicação de cinza do bagaço de cana
Beneficiário:Danilo Ricardo Yamane
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado