Busca avançada
Ano de início
Entree

SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TIO2 NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS

Tipo de documento:Patente
Inventor(es): Claudia Longo; Matheus Paes Paschoalino; Haroldo Gregório de Oliveira
Depositante: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Data do depósito: 26 de março de 2009
Registro INPI:
PI0900374-6 - Consulta INPI
IPC: C02F 1/42 B01D 17/06
Resumo

SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TIO~2~ NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS. A presente invenção trata-se de um sistema para purificação de água constituído por célula eletroquímica contendo um contra-eletrodo (de platina, cobre ou outro metal) e um eletrodo de filme poroso de TiO~2~ nanocristalino conectado externamente a uma célula solar. Sob irradiação solar, a célula solar produz eletricidade e a radiação ultravioleta induz o processo de separação de cargas do par elétron/lacuna, o que resulta na geração de radicais hidroxila na superfície de eletrodo de TIO~2~. Tais radicais hidroxila, que apresentam alto poder oxidante, degradam o poluente orgânico por oxidação, produzindo CO~2~ e água. Como os eletrodos da célula eletroquímica são conectados em série com a célula solar, a energia elétrica gerada pela célula solar flui pelo sistema, tornando o processo de fotocatálise eletroquimicamente assistido. Por meio disso, o sistema se torna auto-suficiente energeticamente, e ainda promove uma inibição da recombinação do par elétron/lacuna, o que faz com que uma corrente maior flua pelo sistema, tornando o processo de oxidação muito mais rápido e eficiente.


Processo FAPESP: 09/15274-3 - Eletrodos de TiO2 e Fe:TiO2 modificados com nanopartículas metálicas para descontaminação de água e obtenção fotoeletroquímica de hidrogênio
Beneficiário:Claudia Longo
Pesquisador responsável:Claudia Longo
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Química (IQ)
Linha de fomento: Bolsas no Exterior - Pesquisa