Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

APARATO MODULAR PARA ACOPLAR DISPOSITIVOS AMPLIFICADORES ÓTICOS DE SEMICONDUTOR PARA FORMAR CHAVE ÓTICA RÁPIDA, MÉTODO DE COMUTAR PACOTES ÓTICOS, REDE ÓTICA AUTO-ORGANIZADA, MÉTODO DE SEGREGAÇÃO DE ENLACES EM SUBDOMÍNIOS, MÉTODO DE VERIFICAÇÃO DE INTEGRIDADE DE ENLACES DE REDE ÓTICA AUTO-ORGANIZADA E MÉTODO DE PROTEÇÃO

Tipo de documento:Patente
Inventor(es): Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho; Antonio de Campos Sachs
Depositante: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP)
Data do depósito: 27 de outubro de 2010
Registro INPI:
PI1004120-6 - Consulta INPI
IPC: G02B 6/35 H01S 5/50
Resumo

APARATO MODULAR PARA ACOPLAR DISPOSITIVOS AMPLIFICADORES ÓTICOS DE SEMICONDUTOR PARA FORMAR CHAVE ÓTICA RÁPIDA, MÉTODO DE COMUTAR PACOTES ÓTICOS, REDE ÓTICA AUTO-ORGANIZADA, MÉTODO DE SEGREGAÇÃO DE ENLACES EM SUBDOMÍNIOS, MÉTODO DE VERIFICAÇÃO DE INTEGRIDADE DE ENLACES DE REDE OTICA AUTO-ORGANIZADA E MÉTODO DE PROTEÇÃO. O aparato aqui descrito é um aparato modular de comutação óptica com diversos módulos que podem ser utilizados ou não dependendo do experimento que se deseja desenvolver ou do tipo de arquitetura de chave ótica que se deseja testar. Os módulos são: Módulo Fonte que fornece energia para os demais módulos; Módulo SOA que contem os dispositivos SOA que podem ser acessados individualmente por um par de conectores óticos e um conector elétrico de controle; Módulo de Acopladores contendo quatro conectores ópticos de acesso para cada acoplador; Módulo Transceptor com foto detectores e dispositivos laser para conversão tratamento do sinal de amostragem; Módulo Lógico com a função de receber os sinais de amostragem, já convertidos para o meio elétrico, executar as operações lógicas para decisão imediata do novo estado da chave e operação dos dispositivos SOA; Módulo controle de Corrente dos dispositivos SOA para controle da fase da luz nos experimentos interferométricos; Módulo Conversor de Mídia para adaptação de tecnologia já existente, como por exemplo a tecnologia Gigabit Ethernet, aos testes realizados pelo aparato modular de chaveamento ótico. Pela utilização de diferentes conjuntos de módulos é possível montar experimentos para testar diferentes arquiteturas de chaves óticas rápidas. Os módulos de acopladores permite utilizar as fibras óticas não utilizadas em um DIO para funcionarem como linhas de retardo, sem que seja necessário utilizar um espaço físico dentro do comutador ótico para acomodar um carretel com tal fibra de retardo.


Processo FAPESP: 09/53469-0 - Projeto de conectividade da USPnet com a ANSP - Fase III
Beneficiário:Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho
Pesquisador responsável:Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Centro de Computação Eletrônica (CCE)
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Conectividade à Rede ANSP