Busca avançada
Ano de início
Entree

SEQUÊNCIA DE ÁCIDO NUCLÉICO RECOMBINANTE QUE CODIFICA PARA OS AMINOÁCIDOS 39 A 512 DA PROTEÍNA P1 DO S. MUTANS, PROTEÍNA RECOMBINANTE E SEUS USOS NA PREVENÇÃO E CONTROLE DA CÁRIE DENTAL

Tipo de documento:Patente
Inventor(es): Luís Carlos de Souza Ferreira; Rita de Cássia Café Ferreira; Wilson Barros Luiz; Milene Tavares Batista; Renata Damásio de Souza; Rafael Ciro Marques Cavalcante
Depositante: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP)
Data do depósito: 10 de março de 2011
Registro INPI:
PI1103672-9 - Consulta INPI
IPC: A61P 9/00 A61P 1/02 A61K 39/09 C12N 15/31 C07K 14/315 C12N 15/75
Resumo

SEQUÊNCIA DE ÁCIDO NUCLÉICO RECOMBINANTE QUE CODIFICA PARA OS AMINOÁCIDOS 39 A 512 DA PROTEÍNA P1 DO S. MUTANS, PROTEÍNA RECOMBINANTE E SEUS USOS NA PREVENÇÃO E CONTROLE DA CÁRIE DENTAL. A presente invenção provê uma sequência de ácidos nucléicos (SEQ. de ID. Nº. 1) e correspondente sequência de aminoácidos da proteína imunogênica P1~39-512~ (SEQ. de ID. Nº. 2) derivada da proteína P1 de Streptococcus mutans (S. mutans), compreendendo os aminoácidos 39 ao 512 da proteína nativa, expressa em linhagens recombinantes de Bacillus subtilis e formulações farmacêuticas, preferencialmente vacinas, voltadas para o controle da cárie humana. Adicionalmente, o presente pedido de patente destina-se ao uso de formulações farmacêuticas das sequências de ácidos nucléicos e/ou proteínas e/ou anticorpos específicos derivados da P1~39-512~ para o controle profilático ou terapêutico da cárie e outras doenças associadas ao S. mutans.


Processo FAPESP: 08/53951-4 - Expressão de proteínas com propriedades adesivas na superfície de esporos como estratégia para o aumento da imunogenicidade de Bacillus subtilis como veículo vacinal
Beneficiário:Luis Carlos de Souza Ferreira
Pesquisador responsável:Luis Carlos de Souza Ferreira
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular