Busca avançada
Ano de início
Entree

Rosana Aparecida Baeninger

CV Lattes ORCID


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Núcleo de Estudos da População (NEPO)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação Bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1984), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1992) e doutorado em Ciências Sociais (Área Estudos de População) pela Universidade Estadual de Campinas (1999), Professora Livre Docente (2012) na área de População e Ambiente no Departamento de Demografia-UNICAMP. Pós-Doutorado (Estágio Sênior) na Universidade da Califórnia, Davis (2014-2015).Bolsista Produtividade PQ 1A/CNPq. Atualmente é Professora Aposentada-Colaboradora do Departamento de Demografia do IFCH- Universidade Estadual de Campinas e pesquisadora do Núcleo de Estudos de População Elza Berquó- NEPO/UNICAMP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Demografia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - UNICAMP. Representante Docente no Conselho Universitário da UNICAMP (2015-2017).Prêmio Zeferino Vaz 2015 pelo reconhecimento acadêmico. Representante Docente na Câmara de Administração da UNICAMP (2016-2017). Coordenadora do Núcleo de Estudos de População- NEPO (2006-2009), Secretária geral da Associação Brasileira de Estudos Populacionais -ABEP (2005-2006), Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Demografia -IFCH/UNICAMP (2000-2006), Coordenadora Adjunta da Área de Planejamento Urbano e Regional/Demografia na CAPES (2008-2010), Assessora na Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UNICAMP (2009-2013), Representante da área de Demografia no Comitê Assessor do CNPq (2011-2014). Membro da Comissão Consultiva de Estatísticas Demográficas - IBGE (2014-2015). Coordenadora na UNICAMP do Grupo de Trabalho Cátedra Sérgio Vieira de Mello para Refugiados/ACNUR (2017-2019). Responsável pela criação da disciplina Estágio Humanitário na UNICAMP (2019). Membro do Comitê Editorial da Revista Brasileira de Estudos de População (2017-2020). Membro do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Estudos Populacionais - ABEP (2019-2020 e 2021-2022). Membro da Editoria da Série Investigaciones Latinoamericanas en Población -Asociación Latinoamericana de Población (2021/2022). Coordenadora do Observatório das Migrações em São Paulo ( desde 2008). Temas de pesquisa: migração interna e internacional, urbanização, dinâmica da população. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Estrategia de entrada 
Estrategia de entrada 
Estrategia de entrada 
Entry strategy 
As raízes da resistência 
Flujos paulistas 
Fluxos paulistas 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 21/01/2023
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Séculos de migração


Publicado em 26 de novembro de 2015 - Pesquisa FAPESP. Os fluxos migratórios no Brasil mudaram ao longo dos séculos. As sociólogas Rosana Baeninger e Roberta Peres, da UNICAMP, e o padre Paolo Parise, um dos diretores da Missão Paz, em São Paulo, falam sobre a situação migratória e as razões da hostilidade aos imigrantes atuais no país.

Refugiados e Migrantes – Vidas em Movimento


Publicado em 21 de junho de 2018 - Agência FAPESP. Tema serviu como base para o Ciclo ILP-FAPESP de Ciência e Inovação, que aconteceu em junho, em São Paulo. Durante o evento também foi lançado o Atlas Temático do Observatório das Migrações em São Paulo, que traz duas edições conjuntas: "Migrações Internacionais" e "Migração Refugiada". De acordo com o Atlas, entre 2000 e 2015 foram registrados 879.505 imigrantes internacionais no Brasil, dos quais 367.436 foram registrados no Estado de São Paulo.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: