Busca avançada
Ano de início
Entree

Gil Martins Felippe

CV Lattes


Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). Instituto de Botânica  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

GIL MARTINS FELIPPE CONCLUIU O DOUTORADO EM BOTANICA - UNIVERSITY OF EDINBURGH EM 1967. PUBLICOU 163 ARTIGOS EM PERIODICOS ESPECIALIZADOS E 164 TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS. POSSUI 8 CAPITULOS DE LIVROS E 7 LIVROS PUBLICADOS. ORIENTOU 17 DISSERTACOES DE MESTRADO E 12 TESES DE DOUTORADO, ALEM DE TER ORIENTADO 36 ALUNOS DE INICIACAO CIENTIFICA NA AREA DE BOTANICA. RECEBEU 12PREMIOS/HOMENAGENS. ATUA EM BOTANICA, COM ENFASE EM FISIOLOGIA VEGETAL. EM SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS INTERAGIU COM 83 COLABORADORES EM CO-AUTORIAS DE TRABALHOS CIENTIFICOS. EM SEU CURRICULO LATTES OS TERMOS MAIS FREQUENTES NA CONTEXTUALIZACAO DA PRODUCAO CIENTIFICA, TECNOLOGICA E ARTISTICO-CULTURAL SAO: GERMINACAO, CRESCIMENTO, CERRADO, ESPOROS, HORMONIOS, DESENVOLVIMENTO,FLORACAO, FISIOLOGIA VEGETAL, CRESCIMENTO INICIAL, PTERIDOFITAS. SETE LIVROS DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA ENVOLVENDO BOTÂNICA E CULINÁRIA: O SABER DO SABOR - AS PLANTAS NOSSAS DE CADA DIA; ENTRE O JARDIM E A HORTA - AS FLORES QUE VÃO PARA A MESA; NO RASTRO DE AFRODITE - PLANTAS AFRODISIACAS E CULINARIA; FRUTAS - SABOR À PRIMEIRA DENTADA; GRÃOS E SEMENTES - A VIDA ENCAPSULADA; ÁRVORES FRUTIFERAS EXÓTICAS; DO ÉDEN AO ÉDEN - JARDINS BOTÂNICOS E A AVENTURA DAS PLANTAS; AMARO MACEDO - O SOLITÁRIO DO CERRADO; VENENOSAS - PLANTAS QUE MATAM TAMBÉM CURAM; ÁRVORES FRUTÍFERAS BRASILEIRAS; AMENDOIM - HISTÓRIA, BOTÂNICA E CULINÁRIA.; O RIO NA PAREDE; GAIA - O LADO OCULTO DAS PLANTAS: TUBÉRCULOS, RIZOMAS, RAÍZES E BULBOS. (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Apoio FAPESP em números*
*Quantidades atualizadas em 10/11/2018
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: