Busca avançada
Ano de início
Entree

Volkmar Ett

CV Lattes



País de origem: Filipinas

Volkmar Ett com mais de 60 anos de experiência na área de tratamentos de superfície, metalurgia, eletroquímica e construção de equipamentos, possui o bacharelado e licenciatura em música pelo Conservatório Musical Alberto Nepomuceno (1971), estudou História da Arte/USP, possui o diploma CEF pela AESF/USA (1994), fez cursos de laminação, lingotamento contínuo, operação de altos fornos e outros na ABM/Brasil, metalografia, metalurgia de revestimentos duros e técnicas modernas de análise na ASM/USA, tem grande número de trabalhos publicados, inclusive no exterior e contribuiu com muitos capítulos para livros e apostilas de renomadas instituições técnicas. Foi presidente da ABTS - Associação Brasileira de Tratamentos de Superfícies, da IUSF - International Union for Surface Finishing, e da empresa Cascadura Industrial S.A. Participou de muitas entidades culturais, filantrópicas e técnicas do Brasil, Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra e França. Recebeu diversos prêmios e honrarias: medalha de ouro da Sociedade Kosmos/ Alemanha, o título de Fellow do Institute of Metal Finishing/Inglaterra, Dr. Honoris Causa do Instituto Superior de Educação e Cultural/ Brasil, a medalha Anchieta e Gratidão da Cidade de São Paulo pela Câmara Municipal de São Paulo, Medaille de Reconaissance/ França, entre outros. Na FIESP participou dos grupos de Estudo do Pró- Álcool, da Conservação da Mata-Atlântica e da recuperação da Bacia do Tietê. Trabalhou em administração, vendas e marketing e com especial carinho, com pesquisa, desenvolvimento e inovação, participando na elaboração de 14 patentes. Participou também de muitas comissões de Normas Brasileiras e Internacionais. É fluente em alemão, inglês e português e lê a maioria das outras línguas europeias. Atualmente é sócio, e também um dos fundadores, da empresa Electrocell Industria e Comércio de Equipamentos Elétricos Ltda., empresa especializada em células a combustível, baterias especiais e equipamentos eletroquímicos. A empresa construiu, em 2004, uma célula a combustível de 50kW, considerada a maior do hemisfério sul. Células a combustível são equipamentos não poluentes que geram energia elétrica a partir do hidrogênio oriundo de etanol, biomassa e outras fontes. Seus equipamentos para pesquisa de células a combustível se encontram nos mais importantes laboratórios do Brasil e alguns do exterior. A empresa participou do projeto do ônibus movido a hidrogênio junto a Coppe/RJ (2010), do veículo Aris movido a baterias de íons de lítio (2012) em parceria com empresa espanhola, novos tipos de bateria para veículos elétricos ou híbridos e complementares para instalações fotovoltaicas, eólicas e outras. E do desenvolvimento de novos materiais, incluindo a área nanotecnologia visando novos produtos e aplicações para a desinfecção hospitalar, combate a pragas na agricultura e tratamento de efluentes. (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 16/01/2021
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: