Busca avançada
Ano de início
Entree

Miriam Galvonas Jasiulionis

CV Lattes ORCID


Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Ciências Biológicas, modalidade médica, pela Escola Paulista de Medicina (1990) e Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Escola Paulista de Medicina (1993). Desenvolveu seu Doutorado no Instituto Ludwig de Pesquisas sobre o Câncer pelo programa de Pós-Graduação em Microbiologia e Imunologia da Escola Paulista de Medicina (1997). Realizou Pós-Doutorado nas Disciplinas de Biologia Celular (1998 a 2000) e de Imunologia (2002 a 2007) da Escola Paulista de Medicina. Atuou como Secretária de Relações Internacionais da Unifesp de 2014 a 2019. Atualmente é professora associada livre-docente e chefe do Departamento de Farmacologia da Escola Paulista de Medicina, Unifesp. Tem experiência na área de Biologia Celular e Molecular do Câncer, com ênfase na relação entre estresse oxidativo, alterações epigenéticas (metilação de DNA, modificações em histonas e miRNAs) e transformação maligna e progressão do melanoma. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 25/05/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Adaptação fisiológica Alvo terapêutico Ambiente Angiogênese Angiopoietinas Anoikis Antineoplásicos Artigo científico Biologia Geral Biologia Molecular Biologia celular e molecular Biologia celular Biologia tumoral Biomarcadores tumorais Biomarcadores Bioquímica Células neoplásicas circulantes Células tumorais Ciclo celular Ciências Biológicas Ciências da Saúde Citologia e Biologia Celular Comunicação científica Cultura de células Envelhecimento Epigênese genética Epigenômica Estratégias terapêuticas Estresse oxidativo Estrógenos Eventos científicos e de divulgação Exossomos Expressão gênica Farmacologia Bioquímica e Molecular Farmacologia Genética Molecular e de Microorganismos Genética Glicosilação Hidroximetilação de DNA Histonas Imunologia In vivo Inflamação Integrinas Interdisciplinar Internacionalização Invasividade neoplásica Leucotrienos Linhagem celular Marcadores prognósticos Matriz extracelular Medicina Melanócitos Melanoma experimental Melanoma Metástase Metilação de DNA Metilação MicroRNAs Microambiente tumoral Microambiente Morfologia Neoplasias cutâneas Neoplasias da próstata Neoplasias mamárias Neoplasias Oncologia Óxido nítrico sintase tipo III Óxido nítrico Plasticidade celular Plasticidade fenotípica Pluripotência Produção científica Prognóstico Progressão da doença Progressão tumoral Proliferação celular Publicações de divulgação científica RNA longo não codificante Reação em cadeia da polimerase multiplex Regulação transcricional Reparo do DNA Resistência a medicamentos Reuniões científicas Saúde pública Sirtuínas Sistema imune Técnicas in vitro Tetraspaninas Transdução de sinais Transformação celular neoplásica gama-Sinucleína lncRNAs
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Epigenética: a relação entre fatores ambientais, epigenoma e doenças


Publicado em 16 de agosto de 2017 - Agência FAPESP. Fatores ambientais como dieta, atividade física, qualidade do sono e exposição a toxinas ou medicamentos podem mudar a forma como nosso genoma funciona - favorecendo a saúde ou causando doenças. Isso acontece por meio das marcas epigenéticas - grupos químicos que são adicionados ou removidos da molécula de DNA ou de proteínas nucleares chamadas histonas, alterando a expressão dos genes. Pesquisas na área estão sendo discutidos no V Simpósio de Epigenética, que acontece entre 14 e 15 de agosto em São Paulo. Os pesquisadores da Unifesp e organizadores do evento, Miriam Galvonas Jasiulionis e Rubens Harb Bollos, falam sobre a programação e sobre como esse tipo de conhecimento pode impactar a prevenção e o tratamento de doenças de forma personalizada.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: