Busca avançada
Ano de início
Entree

Emer Suavinho Ferro

CV Lattes ResearcherID ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Professor Titular no Departamento de Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, Laboratório de Farmacologia dos Peptídeos Intracelulares. Professor Titular com vinculação docente subsidiária junto ao Departamento de Patologia, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Nossa linha de pesquisa ao longos dos últimos 25 anos tem sido relacionada ao estudo das oligopeptidases e dos peptídeos intracelulares. Nosso maior objetivo sempre é o avanço do conhecimento. Estamos focados em prover novas opções de tratamentos farmacológicos, por exemplo, para o diabete tipo 2, a obesidade e o sobrepeso, doenças neurodegenerativas e câncer. Junto ao Departamento de Patologia, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) estamos avaliando alterações no conteúdo de peptídeos intracelulares em doenças humanas, como no aneurisma cerebral e na infecção pelo novo SARS-CoV-2 (covid-19); essas mudanças revelam frequentemente novos alvos terapêuticos, novas formas de tratamento, bem como novas formas de prognóstico e diagnóstico molecular. Dentre as inovações radicais (não incrementais) já alcançadas estão a identificação de diversos novos fármacos, inicialmente caracterizados em nosso laboratório, como as hemopressinas (com atividade metabólica, analgésica e antiepiléptica), o peptídeo NFKF (com potente atividade farmacológica antineurodegenerativa e antiepilética), o Pep19 (peptídeo com potente atividade no metabolismo do tecido adiposo, induzindo o browning pela ativação da expressão da proteína 1 desacopladora da cadeia respiratória "UCP1", que reduz a esteatose e a inflamação hepática, retarda o ganho de peso corporal, melhora a resistência à insulina e normaliza os níveis de glicose sanguínea, sem atravessar a barreira hematoencefálica e causar efeitos adversos no comportamento do sistema nervoso central), o pep5 (peptídeo com potente atividade antitumoral, demonstrada em modelo animal frente ao glioblastoma C6, bem como citotóxica contra diversas células tumorais), o pepH (com atividade neuroprotetora) e, mais recentemente, o peptídeo Ric4 que aumenta a sensibilidade à insulina e reduz a glicemia plasmática após sua adimistração por via oral (o Ric4 é uma possível alternativa ao tratamento de pacientes com diabete tipo 2). (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Ação na surdina 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 25/06/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Patente(s) depositada(s)

Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação BR1020180105230 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação - 23 de maio de 2018

PROCESSO PARA ISOLAMENTO DE PEPTÍDEOS UTILIZANDO AS ENDOPEPTIDADES EC 3.4.24.15 (EP24.15) E EC 3.4.24.16 (EP24.16)RECOMBINANTES, CATALITICAMENTE INATIVADAS POR MUTAÇÃO SÍTIO DIRIGIDA PI0301511-4 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Universidade de São Paulo (USP). Emer Suavinho Ferro; Vanessa Rioli - 16 de maio de 2003

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: