Busca avançada
Ano de início
Entree

Juliana de Moraes Leme Basso

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências (IGC)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista- Campus de Botucatu (2000), mestrado em Paleontologia e Estratigrafia pela Universidade de São Paulo (2002) , doutorado em Paleontologia e Estratigrafia pela Universidade de São Paulo (2006) e pós-doutorado em Paleontologia pela Universidade Estadual Paulista (2008). Atualmente é Professora Doutora do Instituto de Geociências- USP, Departamento de Geologia Sedimentar e Ambiental. Tem experiência na área Paleozoologia, atuando principalmente nos seguintes temas: braquiópode, cnidaria, conulatae, trilobite, ontogenia, sistemática filogenética, bioestratigrafia, tafonomia, paleontologia do Pré-Cambriano. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 Cnpq. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 13/08/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

O problema do contrabando dos fósseis


Publicado em 06 de dezembro de 2021 - Pesquisa FAPESP. Paleontólogos se articulam com o Ministério Público e a Polícia Federal para frear o tráfico de patrimônio fossilífero no Brasil.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: