Busca avançada
Ano de início
Entree

Carlos Roque Duarte Correia

CV Lattes ORCID


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Química (IQ)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1976), mestrado em Química de Produtos Naturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980) e doutorado em Química - Stanford University, EUA (1986). Foi Professor Adjunto da UFRJ entre 1987-1993, transferindo-se para o Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 1993 como professor Colaborador MS-4 e promovido posteriormente a Professor Adjunto MS-5 com a obtenção do título de Livre-Docente em 1999. Em 2009 tornou-se Professor Titular da Universidade Estadual de Campinas. Atuou como diretor associado do Instituto de Química da Unicamp no período entre maio 2009 e julho 2010 e coordenador do Curso de Graduação em Farmácia da Unicamp nos períodos de 09/2005-10/2006 e 11/2010-12/2012. É pesquisador 1A do CNPq, atua como membro do conselho editorial internacional dos periódicos "Chemical Data Collections" da Royal Society of Chemistry (2017 - atual) e do periódico "ChemPlusChem" da Wiley (2020 - atual). Foi editor regional para a America Latina do periódico "Letters in Organic Chemistry" (2014-2018) e membro do corpo editorial do periódico "Current Organocatalysis" (2016-2019). Membro do Comitê Assessor da Fundação de Amparo a Pesquisas do Estado de São Paulo (FAPESP), 2020-atual. Foi eleito Fellow da Royal Society of Chemistry em 2017 e atua como assessor da International Foundation for Science, Suécia, desde 1994.Tem experiência na área de Química, com ênfase em Síntese Orgânica, atuando principalmente nos seguintes temas: catálise enantiosseletiva homogênea promovidas por metais, acoplamentos cruzados catalisados por paládio, empregando principalmente sais de arenodiazônio, síntese de compostos heterocíclicos bioativos e no desenvolvimento de novas metodologias sintéticas, (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 13/04/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Ácido quinolínico Ácidos borônicos Alcaloides Alcenos Aminoácidos Análise biológica Antibióticos Anticarcinógenos Antidepressivos Antimaláricos Aulas Biocatálise Biodiversidade Bioensaio Biofísica Carbonilação Catalisadores Catálise assimétrica Catálise heterogênea Catálise homogênea Catálise Catequina Chá verde Chalconas Ciclobutanona Ciências Biológicas Ciências Exatas e da Terra Compostos de anilina Compostos de diazônio Compostos organometálicos Congressos Cromatografia Ecologia química Ecologia Enamidas Enecarbamatos Engenharia Química Engenharias Epoxidação Estirenos Fármacos Financiamento em saúde Flavonoides Fluxo contínuo Hidroxila Indolizidinas Indústria farmacêutica Lactamas Ligantes Malária Maleimidas Metodologia científica Modelagem molecular Mycobacterium tuberculosis Oligopeptídeos Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química Óxido nítrico Paládio Paroxetina Patentes Pirrolidinas Planejamento de fármacos Plasmodium falciparum Polissacarídeos Processos de separação Produtos naturais Prolina Propriedades físico-químicas Química Orgânica Química médica Química orgânica Química Quinolinas Reação de Heck-Matsuda Reação de Heck Reação de cicloadição Reações orgânicas Renina Ressonância magnética nuclear Reunião Ródio Rolipram Sais de diazônio Sal de diazônio Serotonina Síntese assimétrica Síntese orgânica Síntese total Síntese Solubilidade Substâncias redutores Substratos
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa - A medicina na floresta - 2º Bloco


Publicado em 15 de agosto de 2015 - SP Pesquisa - A medicina na floresta - 2º Bloco. O potencial medicinal da biodiversidade brasileira é incalculável e pode ter o caminho para o tratamento de inúmeras doenças. O desafio de realizar esse potencial e de transformar essa matéria-prima encontrada na natureza em fármacos é enfrentado pelo Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), CEPID criado em 2013 e financiado pela FAPESP. Coordenado por Glaucius Oliva, ex-presidente do CNPq, e instalado no Instituto de Física de São Carlos da USP, o centro dá atenção especial à busca por tratamentos contra as chamadas doenças negligenciadas (assim chamadas porque normalmente atingem as populações mais pobres do planeta e, por isso, não atraem o interesse das companhias farmacêuticas), como leishmaniose, doença de Chagas e malária.

Patente(s) depositada(s)

PROCESSO DE SÍNTESE DA (+-) PAROXETINA E ANÁLOGOS UTILIZANDO A REAÇÃO DE ARILAÇÃO DE HECK PI0602109-3 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Carlos Roque Duarte Correia ; Júlio Cezar Pastre - 25 de maio de 2006

PROCESSO DE PREPARAÇÃO DOS COMPOSTOS FLUORESCENTES ANIDRIDOS MALEICOS ARILADOS, ACRILATOS SUBSTITUÍDOS ARILADOS E MALEIMIDAS ARILADAS PI0602944-2 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Júlio Cezar Pastre ; Carlos Roque Duarte Correia ; Ariel Lázaro Llanes García ; Antonio Carlos Bender Burtoloso ; Karen Fabiane Santos do Canto ; Ricardo de Lima Barreto ; Laura Barbosa Lima Rodrigues Nascimbem - 30 de junho de 2006

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: