Busca avançada
Ano de início
Entree

André de Queiroz Constantino Miguel

CV Lattes GoogleMyCitations ResearcherID


Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Psicólogo clínico graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Atualmente é Professor Assistente pela Faculdade de Medicina Elson S. Floyd da Washington State University. Possui Pós-Doutorado pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade de Yale (2019) e pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP (2018), Doutorado em Ciências pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP (2016) e Mestrado em Dependências Patológicas pela Universidade de Pisa, Italia (2009). (Fonte: Currículo Lattes)

Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 22/02/2020
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Cidadania e abstinência

Publicado em 06 de fevereiro de 2017 - Pesquisa FAPESP. A dependência do crack é um problema grave. Tratá-lo exige a adoção de medidas múltiplas e integradas. Na cidade de São Paulo, havia dois programas, um do estado e outro da prefeitura, que usavam estratégias distintas para lidar com o problema. Uma técnica testada por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) pode em breve se incorporada ao programa estadual, o Recomeço. Chamada de manejo de contingências, essa técnica consiste em oferecer uma recompensa sempre que um dependente químico exibe um comportamento desejável. O psicólogo André Constantino Miguel, da Unifesp, testou a técnica em usuários de crack do AME-Vila Maria. Ele e os colegas Clarice Madruga e Marcelo Ribeiro explicam como funciona o manejo de contingências.

Publicações resultantes de Auxílios e Bolsas sob responsabilidade do(a) pesquisador(a) (3)

(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Publicações3
Citações19
Cit./Artigo6,3
Dados do Web of Science

MIGUEL, ANDRE Q. C.; MADRUGA, CLARICE S.; COGO-MOREIRA, HUGO; YAMAUCHI, RODOLFO; SIMOES, VIVIANE; DA SILVA, CLAUDIO J.; MCPHERSON, STERLING; ROLL, JOHN M.; LARANJEIRA, RONALDO R.. Contingency Management Is Effective in Promoting Abstinence and Retention in Treatment Among Crack Cocaine Users in Brazil: A Randomized Controlled Trial. PSYCHOLOGY OF ADDICTIVE BEHAVIORS, v. 30, n. 5, p. 536-543, . Citações Web of Science: 14. (11/01469-7, 13/04138-7)

MIGUEL, ANDRE Q. C.; MADRUGA, CLARICE S.; SIMOES, VIVIANE; YAMAUCHI, RODOLFO; DA SILVA, CLAUDIO J.; ABDALLA, RENATA R.; MCDONELL, MICHAEL; MCPHERSON, STERLING; ROLL, JOHN M.; MARI, JAIR J.; et al. Crack cocaine users views regarding treatment with contingency management in Brazil. SUBSTANCE ABUSE TREATMENT PREVENTION AND POLICY, v. 13, . Citações Web of Science: 2. (17/05371-8, 11/01469-7, 13/04138-7)

MIGUEL, ANDRE Q. C.; MADRUGA, CLARICE S.; COGO-MOREIRA, HUGO; YAMAUCHI, RODOLFO; SIMOES, VIVIANE; RIBEIRO, ARIADNE; DA SILVA, CLAUDIO J.; FRUCI, ANDREW; MCDONELL, MICHAEL; MCPHERSON, STERLING; et al. Contingency Management Targeting Abstinence Is Effective in Reducing Depressive and Anxiety Symptoms Among Crack Cocaine-Dependent Individuals. EXPERIMENTAL AND CLINICAL PSYCHOPHARMACOLOGY, v. 25, n. 6, p. 466-472, . Citações Web of Science: 3. (11/01469-7, 13/04138-7)

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: