Busca avançada
Ano de início
Entree

Kleber Antonio de Oliveira Amancio

CV Lattes


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação, bacharelado e licenciatura, em História pela Universidade Estadual de Campinas (2006), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2010) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2016). Foi pesquisador visitante na Harvard University (2014-2015). A principal área de pesquisa é História do Brasil nos séculos XIX e XX, com publicações em temas tais como história de Campinas, do Rio de Janeiro, da escravidão, da abolição, do pós-abolição, da literatura e da arte. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Exemplo de racismo na pintura brasileira  
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 11/07/2020
3 Bolsas no país concluídas

Processos vinculados
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Publicações acadêmicas

(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

AMANCIO, Kleber Antonio de Oliveira. Reflexões sobre a pintura de Arthur Timotheo da Costa. Tese (Doutorado) -  Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (11/11872-3

AMANCIO, Kleber Antonio de Oliveira. À procura da liberdade moral: a vida cotidiana dos ex-escravos e de seus descendentes no pós-abolição na Campinas das primeiras décadas do século XX. Dissertação (Mestrado) -  Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (07/57191-1

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: