Busca avançada
Ano de início
Entree

Rui Luis Rodrigues

CV Lattes ORCID


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo, Rui Luis Rodrigues é Professor de História Moderna no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/Unicamp), onde coordena o "Modernitas - Núcleo de Estudos em História Moderna do IFCH/Unicamp". Sua pesquisa de doutoramento girou em torno das apropriações do humanismo erasmiano no contexto dos embates entre "ortodoxia" e "heterodoxia" durante as reformas religiosas do século XVI. Continua estudando o humanismo erasmiano e trabalha, no momento, em um livro sobre essa temática. Simultaneamente, dedica-se desde 2015 a uma investigação sobre a difusão de imaginários apocalípticos nas sociedades europeias durante a primeira modernidade, com vistas a avaliar os impactos desses imaginários sobre as linguagens e as práticas políticas. Nesse particular, a partir do estudo aprofundado de Lyon na década de 1560, tem centralizado o foco de sua investigação, desde 2017, na articulação de uma linguagem política específica da primeira modernidade europeia, atravessada pelas expectativas apocalípticas e em contínuo diálogo com as formas tradicionais de vida política. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 20/04/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: