Busca avançada
Ano de início
Entree

Ângela Cristina Malheiros Luzo

CV Lattes GoogleMyCitations ResearcherID ORCID


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Pesquisadora Colaboradora Senior do Instituto de Biologia da UNICAMP. Professora Permanente da Disciplina de Pós-Graduação em Ciências da Cirurgia do Departamento de Cirurgia da FCM UNICAMP. Auditora em Terapia Celular pela AABB-ABHH e tem certificação em empreendedorismo pelo Babson College em Boston, MA. Durante o período de 1988 a 2019 foi médica assistente em período integral e Diretora Médica do Serviço de Transfusão e do Laboratório de Processamento Celular (Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Laboratório de Criopreservação de Células Tronco Hematopoiéticas) do Hemocentro Campinas/Unicamp, fez parte do grupo de transplante de fígado e implantou o Banco de Sangue de Cordão. Fez graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Jundiaí, Residência de Clínica Médica nesta instituição e residência de Hematologia. Defendeu mestrado e doutorado na área de biologia e terapia celular de células tronco de sangue de cordão umbilical, pelo departamento de Clínica Médica, FCM/Unicamp. Recebeu treinamento sobre Banco de Sangue de Cordão Umbilical Humano no Hôpital Saint Louis, Paris França e na área de medicina transfusional em transplante de fígado (Fellow) na Unidade de fígado do Hospital Queen Elizabeth em Birmingham e no National Blood Service, Birmingham Centre, UK. Realiza pesquisas na área de medicina regenerativa com células tronco mesenquimais estromais (MSCs) provenientes de sangue de cordão umbilical, tecido adiposo e medula óssea; com células mononucleadas de sangue de cordão umbilical humano e Plasma Rico em Plaquetas (PRP). As pesquisas nesta área são desenvolvidas em parceria com pesquisadores do CTI Renato Archer, da FCM-UNICAMP (Gastrocirurgia, Cirurgia Torácica, Ortopedia, Cirurgia Plástica, Oftalomologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Endocrinologia, Reumatologia, Dermatologia e Anatomia Patológica) e de outros Institutos da Universidade (Engenharias Química e Mecânica, Instituto de Química, de Física e de Biologia) o que originou o Grupo Interdisciplinar de Medicina Regenerativa da UNICAMP. Foram desenvolvidos vários biomateriais e, avaliados quanto à biocompatibilidade com as células manipuladas pelo grupo visando regeneração de tecidos órgãos (customização).O grupo obteve êxito em projetos de diferenciação para as linhagens condrogênica, osteogênica, hepatocítica, neuronal, para células beta pancreáticas a partir de MSCs de tecido adiposo (MSCs-TA), inclusive em experimentos pré-clínicos. Duas patentes relativas à cola de fibrina que permite a adesão de MSCs em fio de sutura MSCs (MSCs Fio), proporcionando completa regeneração de fistula enterocutâneas, lesão de traquéia e de estenose de uretra em modelos animais (ratos, porcos e coelhos) foram licenciadas e concedidas. Biocurativo em Poli L Àcido Lático (PLLA), embebido em MSCs-TA que suporta ser suturado com MSCs Fio, foi patenteado. Experimentos com arcabouço em óxido grafeno, embebido em MSCs-TA que pode também ser suturado com MSCs fio foram desenvolvidos. O PRP foi caracterizado e teve seu processo de obtenção normatizado. A análise da biocompatibilidade dos arcabouços de PRP com MSCs-TA assim sua capacidade de propiciar a proliferação destas células e sua diferenciação em outras linhagens celulares foram também comprovadas. Estudos sobre a capacidade do PRP em processo de regeneração tecidual (regeneração neuronal), citotoxicidade e imunomodulação em modelo animal de câncer de bexiga foram comprovados em experimentação básica e estudos pré-clínicos. A participação no programa Cátedra Franco-Brasileira, visou criar uma parceria entre a UNICAMP e a Universidade de Caen, Normandia, na área de medicina regenerativa e permitiu a estadia de um mês, em 2019,naquela Universidade, onde também proferiu aula na disciplina de pós-graduação em Biologia e fez parte da banca de avaliação de defesa de doutoramento de uma aluna de pós-graduação. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 04/12/2021
1 Bolsas no país concluídas

Processos vinculados
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: