Busca avançada
Ano de início
Entree

Isadora Clivatti Furigo

CV Lattes


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Atualmente é Pós-doutoranda no Departamento de Fisiologia e Biofísica do ICB-USP, tendo como principal linha de pesquisa estudar a ação do hormônio do crescimento (GH) no Sistema Nervoso Central. Realizou recentemente pós-doutorado sanduíche na Universidade de Cambridge-UK, estudando programação metabólica fetal e seus efeitos sobre circuitos neurais que controlam o metabolismo. Desvendou, com o seu grupo de pesquisa, uma função inédita do GH no controle do metabolismo, agindo em neurônios hipotalâmicos AgRP, o que permitiu uma publicação como primeira autora em revista de alto impacto (Nature Communications). Possui graduação em Ciências Fundamentais para a Saúde na Universidade de São Paulo, é Mestre em Ciências pelo Programa de Ciências Morfofuncionais e Doutora em Ciências pelo Programa de Fisiologia Humana do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Atua principalmente nos seguintes temas: Neuroanatomia, controle neural do metabolismo, hormônio do crescimento, prolactina, hipotálamo, núcleo ventromedial do hipotálamo, comportamento maternal, colículo superior. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 18/05/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Jejum faz hormônio do crescimento estimular a fome


Publicado em 29 de abril de 2019 - Pesquisa FAPESP. Os pesquisadores José Donato Junior e Isadora Clivatti Furigo, do ICB-USP, falam sobre uma descoberta que indica que jejum faz hormônio do crescimento acionar neurônios que estimulam a fome e dificultam a perda de peso.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: