Busca avançada
Ano de início
Entree

Felipe Wanderley de Amorim

CV Lattes ResearcherID ORCID


Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Instituto de Biociências (IBB)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Sou graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU (2001-2005), Mestre em Ecologia e Conservação de Recursos de Naturais pela mesma Universidade (2006-2008), Doutor em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (2008-2012), com período de estágio sanduíche na Universidad Nacional de Córdoba - UNC, Córdoba - Argentina (2011) e Pós-Doutorado em Ecologia na Universidade Federal do ABC - UFABC (2012-2013). Sou Docente da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP desde novembro de 2013, onde atuo na área de Ecologia junto ao Instituto de Biociências de Botucatu - IBB. Oriento pelos Programas de Pós-Graduação em Biologia Vegetal e Zoologia do IBB - UNESP. Meus principais interesses envolvem história natural, biologia evolutiva e mutualismos, particularmente mutualismos entre plantas e polinizadores. As pesquisas do meu grupo englobam uma ampla escala de estudos, que vão desde análises ao nível do indivíduo até investigações ao nível de ecossistemas, buscando compreender os mecanismos subjacentes às interações entre plantas e animais, sua importância na manutenção da biodiversidade e o impacto dessas relações em processos ecológicos e evolutivos mais amplos. Meus e-mails para contato são: felipe.amorim@unesp.br e amorimfelipe@yahoo.com.br (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 25/05/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Biólogos flagram gambá polinizador


Publicado em 13 de abril de 2020 - Pesquisa FAPESP. Quase 30 anos depois de lançada a suspeita, descoberta feita independentemente pelos biólogos Patrícia Morellato e Felipe Amorim, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) diminui o mistério de uma flor inusitada. O capítulo de 2019 envolveu alunos de uma disciplina ministrada por Amorim. Contém legendas em inglês.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: