Busca avançada
Ano de início
Entree

Bruno Cesar Barbosa

CV Lattes


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Núcleo de Estudos de Gênero (PAGU)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

É Doutor em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutorando no Núcleo de Estudos de Gênero Pagu, na Universidade Estadual de Campinas. Relizou estágio de pesquisa no exterior no Centro em Rede de Investigação em Antropologia, em Lisboa, Portugal. Suas pesquisas se encontram na interface entre Antropologia da Ciência e Estudos de Gênero e Sexualidade, na busca do entendimento do papel da ciência na produção de categorias e convenções de gênero e sexualidade, em especial da medicina e da psicologia na construção de modelos de subjetividade e em processos de reivindicações políticas. Atualmente realiza uma pesquisa de pós-doutorado sobre a produção de conhecimento sobre "pessoas trans", na sua relação com as controvérsias em torno do direito aos procedimentos médicos de transformações corporal do sexo. Procura-se compreender como este conhecimento é coproduzido na relação, por vezes tensa, entre ciência, ativismo, reivindicação de direitos pelos movimentos sociais e produção de políticas públicas. (Fonte: Currículo Lattes)

Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 17/04/2021
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Publicações acadêmicas

(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

BARBOSA, Bruno Cesar. Imaginando trans: saberes e ativismos em torno das regulações das transformações corporais do sexo. Tese (Doutorado) -  Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (10/51177-0

BARBOSA, Bruno Cesar. Nomes e diferenças: uma etnografia dos usos das categorias travesti e transexual. Dissertação (Mestrado) -  Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (08/52053-2

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: