Busca avançada
Ano de início
Entree

Helena Bonciani Nader

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Helena B. Nader possui título de bacharel em Ciências Biomédicas pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) (1970), licenciatura em Biologia pela Universidade de São Paulo (1971), doutorado em Biologia Molecular pela Unifesp (1974), pós-doutorado na University of Southern California (1977) com bolsa da Fogarty (NIH). É professora titular da Unifesp (1989), bolsista de produtividade do CNPq (nível 1A), membro titular da Academia de Ciências de São Paulo (1989), da Academia Brasileira de Ciências (1999), da World Academy of Science (TWAS) for the Advancement of Science in Developing Countries (2013) e da ACAL ( Academia de Ciencias de América Latina, 2018). Recebeu diversas honrarias: Classe Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico (2002); Classe Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico (2008); Professor Honoris Causa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005); Prêmio Scopus 2007 (Elsevier/Capes); Medalha de Ouro Moacyr Alvaro (2012); Medalha Mérito Tamandaré (Marinha do Brasil) (2013); Ordem do Mérito Naval, classe Grã-Mestra, Marinha do Brasil (2015); Ordem do Mérito da Defesa, grau Oficial, Presidência da República (2016); Medalha Carneiro Felippe, Comissão Nacional de Energia Nulear (CNEN) (2016); Classics in Cell Biology, Sociedade Brasileira de Biologia Celular (SBBC), 2018; Science Service Award, Federação de Sociedades de Biologia Experimental, FESBE 2018; Ordem do Mérito Naval, grau Comendador do quadro Suplementar, Marinha do Brasil, 2018; Grão-Mestre da Ordem Nacional do Mérito Educativo, Presidência da República, 2018; Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher, Categoria Mulheres Cientistas e Prêmio Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia, 2020; entre outros. Atualmente é vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC, 2019-2011) e co-Presidente da InterAmerican Network of Academies of Sciences (IANAS, 2019-2021). Exerceu várias funções administrativas entre elas a Pró-Reitoria de Graduação (1999-2003) e de Pós-Graduação e Pesquisa da Unifesp (2007-2008). Foi membro e coordenadora do CABF do CNPq e adjunta do comitê de Biológicas II da CAPES, membro da coordenação de biologia da Fapesp (2006-2018), presidente da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq, 2009-2010), vice-presidente (2007-2011), presidente (2011-2017) e presidente de honra (desde 2017) da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). É membro de diversos conselhos, como Conselho Superior da Fapesp, CD do CNPq e Conselho do FNDCT. É assessora de diversos periódicos nacionais e internacionais. Professor visitante da Loyola Medical School (Chicago, USA), W. Alton Jones Cell Science Center (NY, USA), Istituto Scientifico G. Ronzoni (Milão, Itália) e Opocrin Research Laboratories (Modena, Itália). Seus trabalhos envolvem glicoquímica e glicobiologia estando voltados para o estudo da estrutura e função biológica de proteoglicanos, em especial de heparina e heparam sulfato, com especial ênfase a função desses compostos na hemostasia, no controle da divisão celular e na transformação celular. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Identidad esclarecida 
Identidade esclarecida 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Reunião Magna da ABC 2022 
Resultado da 1ª Chamada Rápida COVID-19 
4ª Conferência FAPESP 60 anos: Desafios à Saúde Global 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 14/05/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Acervo Achatina fulica Adesão celular Análise espectroscópica Anatomia Angiogênese Antivirais Aquisição de equipamentos Aquisição de materiais Betacoronavirus Bibliotecas Biofísica celular Biofísica Biologia Geral Biologia Molecular Biologia celular Biologia molecular Biopolímeros Bioquímica Biossíntese Biotecnologia Biotério Biotina COVID-19 Cálcio Carcinicultura Catepsinas Células endoteliais Ciclo celular Ciência, tecnologia e inovação Ciência, tecnologia e sociedade Ciência Ciências Biológicas Ciências da Saúde Citologia e Biologia Celular Clínica Médica Controle de doenças transmissíveis Desenvolvimento de fármacos Dicroísmo circular Divisão celular Divulgação científica Doença de Alzheimer Doenças neurodegenerativas Doenças transmissíveis Educação Endotélio vascular Endotélio Enzimologia Equipamentos multiusuários Espectrometria de massas Espectroscopia Raman Espectroscopia Eventos científicos e de divulgação Experimentação animal Expressão gênica Face Farmacologia Genômica Glicobiologia Glicoconjugados Glicômica Glicoproteína da espícula de Coronavirus Glicosaminoglicanos Heparina Heparitina sulfato Hialuronidase Histologia Inclusão social Infecções por Coronavirus Infraestrutura de pesquisa Infraestrutura Inovação Institutos de pesquisa Interdisciplinar Laboratórios multiusuários Laboratórios Lisossomos Livros Loxosceles intermedia Matriz extracelular Medicina preventiva Medicina regenerativa Medicina Memória Metaloproteases Microscopia confocal Morfologia Morte celular Mucopolissacaridoses Músculo liso Pandemias Peptídeos beta-amiloides Pesquisa básica Polissacarídeos Política científica e tecnológica Política educacional Projetos de infraestrutura Proteínas da membrana Proteoglicanas de heparan sulfato Proteoglicanas Química de Macromoléculas Radioisótopos Recursos para a pesquisa Ressonância magnética nuclear Retículo endoplasmático Reuniões científicas SARS-CoV-2 Serviços de informação Serviços para usuários de bibliotecas Sinalização intracelular Sulfotransferases Tecnologia Transdução de sinais
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Medicamento anticoagulante reduz em 70% a infecção de células do novo coronavírus


Publicado em 16 de junho de 2020 - Agência FAPESP. Em entrevista on-line para a Agência FAPESP, Helena Nader, professora da Escola Paulista de Medicina (EPM) da Unifesp, fala de um estudo internacional sobre um possível novo mecanismo de ação do fármaco heparina no tratamento da COVID-19. Coordenadora do projeto do lado brasileiro, Nader afirma que além de combater distúrbios de coagulação que podem afetar vasos do pulmão e prejudicar a oxigenação, a heparina parece também ser capaz de dificultar a entrada do novo coronavírus (SARS-CoV-2) nas células.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: