Busca avançada
Ano de início
Entree

Maria Luiza Tucci Carneiro

CV Lattes GoogleMyCitations


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Historiadora e Professora Señior da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Graduada em História pela mesma instituição.(1972), com Mestrado em Estudos Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1973), Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1981) e Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1987), Livre-Docente pela FFLCH-Universidade de São Paulo. Ingressou como Docente na USP em 1984 nas disciplinas de História Ibérica e, posteriormente, em História do Brasil Independente. Coordenou, entre 1999-2009 o Projeto Temático Fapesp "PROIN- Projeto Integrado Arquivo do Estado/Universidade de São Paulo", responsável pelo inventário Deops/SP. Atualmente coordena o LEER- Laboratório de Estudos sobre Etnicidade, Racismo e Discriminação, junto ao Depto de História da USP, onde desenvolve o projeto Arqshoah -Vozes do Holocausto. Tem experiência na área de História do Brasil Contemporâneo, atuando principalmente nos seguintes temas: holocausto, autoritarismo, antissemitismo, Holocausto, racismo e memória. Autora dos livros: Diez mitos sobre los judios, Trad. Carol Colffield (Madrid: Cátedra, 2016); Dez Mitos sobre os judeus (São Paulo: Ateliê Editorial, 2014); Citoyen du Monde: Le Brésil face à l' Holocauste et aux réfugiés juifs, vitimes du nazisme, 1933-1948, Trad. Marie-Jô Ferreira, (Paris: L'Harmatan; Fapesp, 2016); Weltbürger: Brasilien und die jüdischen fluchtlinge, 1933-1948, Trad. Marlen Eckl (Lit Verlag; Fapesp, 2014); Brasil Judaico, Mosaico de Nacionalidades (São Paulo: Maayanot, 2014); Cidadão do Mundo: O Brasil diante do Holocausto e dos refugiados do nazismo, 1933-1948 (Perspectiva; Fapesp, 2010); O Anti-semitimo na Era Vargas, 1930-1945, 3ed.(São Paulo: Perspectiva, 2001); Judeus e Judaísmo na Obra de Lasar Segall, em co- autoria com Celso Lafer (São Paulo: Ateliê Editorial, 2004); Preconceito Racial em Portugal e Brasil Colônia, 3ed. (São Paulo: Perspectiva, 2004); O Veneno da Serpente (São Paulo: Perspectiva, 2003); Imprensa Confiscada pelo Deops, em co-autoria com Boris Kossoy (São Paulo: Imprensa Oficial, 2003); Livros Proibidos, Ideias Malditas, 2ed. (São Paulo: Ateliê Editorial, 2002); Holocausto, Crime contra a Humanidade (São Paulo: Ática, 2000); Brasil, Refúgio nos Trópicos, edição bilíngue (São Paulo: Estação Liberdade, 1999); O Negro na Iconografia Brasileira do Século XIX, em co-autoria com Boris Kossoy, 2ed. (São Paulo: Edusp, 2004). Organizadora das coletâneas: Histórias Imigrantes; Caminhos Cruzados, co-organizado com Sedi Hirano; Tempos de Fascismos, co-organizado com Federico Croci; Japoneses no Brasil, co-organizado com Márcia Yumi Takeuchi; Histórias Migrantes, co-organizado com Sedi Hirano (Humanitas); O Anti-semitismo nas Américas: História e Memória. Prefácio Pilar Rahola (EDUSP). Coordenadora das coleções: Histórias das Imigrações (EDUSP); Histórias da Intolerância (Humanitas-USP); Histórias da Repressão e da Resistência (Humanitas-USP); Testemunhos (Humanitas-USP); Inventários DEOPS (Imprensa Oficial; Humanitas). Prêmio Jabuti em Ciências Humanas: 2011, 2004 e 1994. Sites: www.usp.br/leer e www.arqshoah.com Contato: leer@usp.br e malutucci@gmail.com (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números*
*Quantidades atualizadas em 08/12/2018
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Alemães Anarquismo Anistia Anticomunismo Antissemitismo Apátrida Armênia Arquivística Arquivos militares Arquivos públicos Arte Artes Artistas Autoritarismo (sistemas de governo) Bases de dados Brasil República Brasil república Brasil Campanha eleitoral Capacitação profissional Censura Charges Ciência Política Ciências Humanas Ciências Sociais Aplicadas Ciganos Cinejornal Cinema Comunismo Congressos Cooperação internacional Crime político Cristãos-novos Cultura (sociologia) Cultura política Cultura popular Cultura visual Delação Democracia Departamento Estadual de Ordem Política e Social (DEOPS) Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) Diáspora Digitalização Diplomacia Direito Direitos Especiais Direitos humanos Discriminação racial Discriminação social Ditadura Documentação Documentos Editoras Educação Emigrantes Era Vargas Escolas Espanha Espanhóis Estado Novo (1937-1945) Estigma Estrangeiro Estudantes Etnocentrismo Europa Oriental Exílio Expulsão Fascismo Feminismo Ferroviários Fotografia Fotojornalismo Franquismo Galegos Genocídio Governos Militares (1964-1985) Guerra Civil Espanhola Guerra civil espanhola Hanseníase História Moderna e Contemporânea História da América História do Brasil História do jornalismo História oral História social História Holocausto judeu II Guerra Mundial Iconografia Identidade cultural Identidade de gênero Identidade étnica Identidade nacional Identidade Ideologia política Ideologia Igreja católica Igreja Imaginário Imigração espanhola Imigração japonesa Imigração judaica Imigração portuguesa Imigração Imigrantes Império Otomano Imprensa clandestina Imprensa Índios Intelectuais Interdisciplinar Intolerância Inventário Isolamento social Itália Italianos Japoneses Jornalismo Jornalistas Jovens Judaísmo Judeus Legislação (direito) Literatura brasileira Literatura Lituânia Lituanos Livros Memória coletiva Memória Metodologia da pesquisa Migração humana Movimento estudantil Movimento operário Movimentos negros Movimentos sociais Mulheres Música popular Música Nacionalismo Naturalização Nazismo Negros Operários Peronismo Polícia política Polícia Política e governo Política externa Políticas Públicas Políticas públicas Poloneses Polônia Populismo Portugal Preconceito racial Preconceito Professores Propaganda política Propaganda Psicanálise Psicologia social Publicações de divulgação científica Racismo Refugiados Relações diplomáticas Relações internacionais Religião Religiões Repressão política Repressão República Resistência ao governo Rússia Santos (SP) São Paulo Sapateiros Segunda Guerra Mundial (1939-1945) Sindicalismo Sindicatos Socialismo Solidariedade Subversão Suspeição Taubaté (SP) Testemunhas de jeová Totalitarismo Trabalhadores Turquia Vigilância Violência policial Violência Xenofobia
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Arquivo revela memória da ditadura

Publicado em 25 de junho de 2013 - Pesquisa FAPESP Entrevista de pesquisadores sobre a importância do acervo reunido no portal Memória Política e Resistência, mantido pelo Arquivo Público do Estado de São Paulo. Por meio desse acervo é possível consultar pela internet mais de 314 mil fichas e 12,8 mil prontuários – num total de 1 milhão de imagens – produzidos por órgãos de vigilância política do Estado de São Paulo entre 1924 e 1999, período que abrange duas ditaduras (1937-1945 e 1964-1985). Os documentos têm importância tanto para o trabalho de historiadores quanto para o da Comissão Nacional da Verdade e de comissões estaduais e municipais criadas para investigar violações dos direitos humanos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: