Busca avançada
Ano de início
Entree

Ana Maria da Silva Araújo Tavares

CV Lattes


Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes (ECA)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Graduada em Artes Plásticas pela FAAP (1982), mestre pela The School of the Art Institute of Chicago (1986) e doutora (2000) pela ECA/USP. Em 2002 recebeu bolsa da Guggenheim Foundation, NY. Fez sua primeira individual Objetos e Interferências na Pinacoteca do Estado de SP (1982). Participou da Bienal Internacional de São Paulo em 1983, 1987 e 1991, da VII Bienal de Havana, 2000, e da Bienal de Istambul, 2001 e da Bienal de Singapura 2006. De suas individuais destacam-se Porto Pampulha, 1997 e Relax?o?vision, 1998 no Brasil e Middelburg Airport Lounge com Parede Niemeyer na Holanda, 2001. Em 2002 participou do Artecidadezonaleste e Estratégias para Deslumbrar em SP; fez as individuais Numinosum em SP e Entrückte Körper - GRU/TXL em Berlim. Em 2003 realizou instalações no New Museum of Contemporary Art, NY, no Royal College of Art, Londres, no Schirn Kunstahalle Frankfurt e na Akademie der Kunst, Berlim. Em 2004 realizou individuais no CCSP e no Instituto Tomie Ohtake (SP) e a mostra inaugural do 21st. Century Museum of Contemporary Art (Japão). Em 2005 expôs na Culturgest (Portugal) e no Insite no The San Diego Museum of Art (EUA). Desde 1982 dedica-se a atividade didática. Convidada pela Rijksakademie de Amsterdam para o programa de artista palestrante em 2005 e, em 2006-2007, foi nomeada para a Ida Ely Rubin Artist-in-Residence pelo MIT ? Massachussets Institute of Technology para desenvolver projetos de pesquisa e realizar palestras sobre seu trabalho. Participou em 2008 da exposição Sonsbeek 10 e realizou exposição individual no Kröller Müller Museum, ambas na Holanda e, ainda participou da exposição coletiva 'Blooming Now' no Toyota Museum (Japão) e duas exposições individuais, sendo uma em The Shusev State Museum of Architecture (Rússia) e outra na Galeria Vermelho (SP), além de outras mostras coletivas no Brasil. Em 2009 realizou projeto inédito de instalação para exposições no MOT ? Museum of Contemporary Art Tokyo, Hiroshima City Museum of Contemporary Art e Yerba Buena, São Francisco, USA. Em 2010 realizou obra permanente para o SESC-Belenzinho, em São Paulo. Em 2013, coordenou um projeto colaborativo, Natural-Natural: Paisagem e Artifício, convidando artistas e artesãos, arquitetos e pesquisadores de diversas áreas do Ceará, para a realização de duas exposições (Fortaleza, MAC, e Juazeiro do Norte, CCBNB). Em 2013, no Frist Center for the Arts (EUA) realizou a individual Deviating Utopias. Como resultado de sua pesquisa durante sete meses no Humanities Research Center da Rice University (EUA) em 2014, realizou as individuais Atlântica Moderna: Purus e Negros e Euryale Amazonica no Museu Vale em Vila Velha (ES) e Sicardi Gallery, Houston (EUA). Neste mesmo ano, participou do Programa Artista Convidado do Ateliê de Gravura da Fundação Iberê Camargo. Em 2015 realizou duas individuais em São Paulo: Sinfonia Tropical para Loos, na Galeria Vermelho e Cárceres a Duas Vozes: Piranesi e Ana Maria Tavares, no Museu Lasar Segall. Em 2015 realizou as mostras individuais Deviating Utopias, com produção comissionada pela Rolls Royce para exibição no Gallery Weekend-Berlim na Galerie Stöeckle Hauser, em Stuttgart. Realizou, em 2016, a individual Forgotten Mantras na Galeria Silvia Cintra (RJ), além de participar das feiras internacionais Armory e Freeze em Nova Iorque, Miami Basel em Miami, SP Arte em São Paulo e Arte Rio, no Rio de Janeiro. Entre novembro de 2016 e abril de 2017 realizou a retrospectiva No Lugar Mesmo: uma Antologia da obra de Ana Maria Tavares na Pinacoteca do Estado em São Paulo, vencedora do prêmio APCA 2016 ?Melhor Retrospectiva?. Entre 2017 e 2018 participou de exposições coletivas no MuBE (SP), Perez Museum (Miami), Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (DF), Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor (Portugal), MAC (GO), Museu da Indústria (CE), CCSP (SP) e ainda desenvolveu a exposição individual Rotações Infinitas exposta na Galeria Vermelho com uma série de obras inéditas. (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 01/08/2020
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Publicações acadêmicas

(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

PELED, Yiftah. DTEEP: dinâmicas e trocas entre estados de performance. Tese (Doutorado) -  Escola de Comunicações e Artes.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (10/50161-2

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: