Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

O papel da função reforçadora das relações verbais de tato e textual, em contexto de equivalência de estímulos, em universitários

Texto completo
Autor(es):
Luiza de Moura Guimarães ; Giovana Escobal ; Celso Goyos
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: PSICOLOGIA-REFLEXAO E CRITICA; v. 27, n. 3, p. 522-530, 2014.
Resumo

A aprendizagem das relações verbais de tato podem apresentar características de emergência e manutenção diferentes das relações textuais. Essas diferenças despertam particular interesse quando os estímulos que controlam tais operantes verbais pertencem à mesma classe de equivalência e a topografia da resposta é semelhante. O objetivo deste trabalho foi investigar o papel da função reforçadora de cada uma dessas relações na emergência de novas relações. Inicialmente, seis universitários participaram do estudo. Primeiro, foram ensinadas, através de tarefas de matching-to-sample, relações de ouvinte entre palavras ditadas e figuras, e entre palavras ditadas e palavras impressas. Após ensino, foram testadas as relações de equivalência, e a emergência de relações de tato e textual - consideradas relações de falante. Em seguida, os participantes foram submetidos a esquemas concorrentes com encadeamento para verificar a preferência por tarefas. Os resultados indicaram indiferença na preferência por tarefas, o que é consistente com o estabelecimento das relações de equivalência e com o fato dos participantes demonstrarem desempenho similar nos testes de tato e leitura. A ausência de preferência pode ter sido observada em função da indiferença da função reforçadora desses operantes, mas também pelo fato dos participantes terem um vasto e sofisticado repertório verbal. (AU)

Processo FAPESP: 10/14525-0 - Os efeitos reforçadores relativos aos operantes verbais de tato e textual em relações entre estímulos equivalentes
Beneficiário:Luiza de Moura Guimarães
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo FAPESP: 10/11201-9 - Jogo da divisão: relação com gênero e quantidade de dinheiro
Beneficiário:Giovana Escobal
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado