Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Processing and characterization of a Ni-Co ferrite for sensor applications

Título (Português): Processamento e caracterização de uma ferrita Ni-Co para aplicações em sensores
Texto completo
Autor(es):
V. L. O. Brito ; S. A. Cunha ; F. F. Araújo ; J. P. B. Machado ; M. R. Silva ; C. B. Nunes
Número total de Autores: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Cerâmica; v. 61, n. 359, p. 341-349, Set. 2015.
Resumo

AbstractNi-Co ferrites are magnetostrictive ceramics that have potential application in magnetostrictive/ magnetoelastic sensors, as well as in magnetoelectric composites. Ni-rich Ni-Co spinel ferrite samples were processed by the ceramic method and bulk samples were sintered at 1350 ºC in the solid state and at 950 ºC with Bi2O3 liquid phase. The sintered samples were characterized by light microscopy, scanning electron microscopy, Raman spectroscopy, vibrating sample magnetometry and capacitance dilatometry. With Bi2O3 additions as small as 0.6 mol% it was possible to sinter the Ni-Co ferrite at 950 ºC, obtaining high-density samples; however, such liquid-phase sintered samples presented iron oxide particles. The studied samples presented magnetoelastic sensitivities very close to CoFe2O4, with significantly lower magnetic hysteresis. The results thus indicate that the magnetic properties of the samples analyzed are suitable for applications in magnetomechanical sensors. (AU)

Resumo

ResumoFerritas Ni-Co são cerâmicas magnetostritivas que possuem potencial de aplicação em sensores magnetostrictivos/ magnetoelásticos, bem como em compósitos magnetoelétricos. Ferritas espinélio do tipo Ni-Co com alto teor de Ni foram processadas por meio do método cerâmico e amostras foram sinterizadas no estado sólido a 1350 ºC e via fase líquida a 950 ºC com adição de Bi2O3. As amostras sinterizadas foram caracterizadas por meio de microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia Raman, magnetometria de amostra vibrante e dilatometria de capacitância. Utilizando-se pequenas adições de Bi2O3, na proporção de 0,6% molar, foi possível sinterizar a ferrita Ni-Co a 950 ºC, obtendo-se amostras de alta densidade relativa; no entanto, estas amostras sinterizadas via fase líquida apresentaram partículas de óxido de ferro na microestrutura. As amostras produzidas apresentaram sensibilidade magnetoelástica próxima à da esperada para CoFe2O4, com histerese magnética significativamente menor. Os resultados obtidos indicam que as propriedades magnéticas das amostras analisadas são adequadas para aplicações em sensores magnetomecânicos. (AU)

Processo FAPESP: 12/01448-2 - Desenvolvimento de ferritas de cobalto para aplicações no encapsulamento de sensores em RF e micro-ondas
Beneficiário:Antonio Carlos da Cunha Migliano
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 11/21258-0 - Construção de um sensor de força usando a liga Fe-Ga e a liga Fe-Al dopada com boro
Beneficiário:Cristina Bormio Nunes
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 09/09524-7 - Caracterização da magnetostricção de ferritas de cobalto
Beneficiário:Vera Lúcia Othéro de Brito
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular