Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Central Santa Catarina coastal dunefields chronology and their relation to relative sea level and climatic changes

Título (Português): Cronologia dos campos de dunas da costa central catarinense e a influência do nível relativo do mar e das mudanças climáticas
Texto completo
Autor(es):
Vinícius Ribau Mendes ; Paulo César Fonseca Giannini ; Carlos Conforti Ferreira Guedes ; Regina DeWitt ; Helena Asmar de Abreu Andrade
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: BRAZILIAN JOURNAL OF GEOLOGY; v. 45, p. 79-95, Ago. 2015.
Resumo

ABSTRACTDuring the past decades, there have been contrarian explanations for the formation and stabilization of coastal dunefields: while many authors believe the dunes formation would be enhanced by falling sea level, others argue that a rising or stable sea level context would be favorable. For Brazilian coastal dunefields, the second hypothesis seems to be more consistent with the luminescence ages found so far; however, most of these data were obtained without using the SAR protocol. Another point of concern is the role of climate change in the aeolian system, which is still not very clear. The aim of this paper is to try to clarify these two questions. To this end, five coastal dunefields were selected in central Santa Catarina coast. The remote sensing and dating results allowed the discrimination and mapping of at least four aeolian generations. Their age distribution in relation to the global curve of relative sea level variation during the Late Pleistocene allows us to suggest that the formation of Aeolian dunefields in the coastal context is supported by stable relative sea level. However, relative sea level is not the only determinant for the formation and preservation of the aeolian coastal dunes. Evidences of climatic control indicate that the initiation of dunefields would be favored by periods of less humidity while their stabilization would occur preferably during the periods of rain intensification, connected to monsoon activity. (AU)

Resumo

RESUMOA formação e estabilização de campos de dunas costeiros têm sido explicadas de maneiras contrárias ao longo das últimas décadas: enquanto alguns autores acreditam que a formação das dunas seria favorecida pelo nível do mar descendente, outros autores defendem que o contexto de nível do mar estável seria mais favorável à sua formação. No caso dos campos de dunas costeiros do Brasil, a segunda hipótese parece ser mais consistente com as idades de luminescência obtidas até o momento; no entanto, a maior parte desses dados foi obtida sem o uso do protocolo SAR (Single Aliquot Regenerative dose). Outra questão em aberto seria qual o papel exercido pelas mudanças climáticas no sistema eólico. Este artigo tenta clarear essas duas questões, e para essa finalidade foram escolhidos cinco campos de dunas na costa central catarinense. Os dados de sensoriamento remoto e das datações absolutas permitem a discriminação e mapeamento de pelo menos quatro gerações eólicas. A distribuição das idades encontradas em relação à curva global de variação do nível do mar permite sugerir que a formação dos campos de dunas estaria relacionada com nível do mar estável. Contudo, o nível relativo do mar não é a única variável determinante no sistema eólico costeiro. Foram encontradas evidências de controle climático, e a formação das dunas estaria ligada a períodos de menor precipitação enquanto sua estabilização ocorreria em momentos de intensificação das chuvas, ocasionados por aumento nas atividades das monções. (AU)

Processo FAPESP: 09/53988-8 - EMU: aquisição de sistema de datação por luminescência e de microamostrador de precisão, para o estudo de mudanças ambientais no Quaternário
Beneficiário:Paulo César Fonseca Giannini
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Processo FAPESP: 09/54232-4 - Morfodinâmica e cronologia de sistemas deposicionais eólicos no Quaternário do Brasil
Beneficiário:Paulo César Fonseca Giannini
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular