Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

WHAT DOES THE ACADEMIC RESEARCH SAY ABOUT IMPACT ASSESSMENT AND ENVIRONMENTAL LICENSING IN BRAZIL?

Título (Português): O QUE DIZ A PESQUISA ACADÊMICA SOBRE AVALIAÇÃO DE IMPACTO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL NO BRASIL?
Texto completo
Autor(es):
CARLA GRIGOLETTO DUARTE ; ANA PAULA ALVES DIBO ; LUIS ENRIQUE SÁNCHEZ
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Ambiente & Sociedade; v. 20, n. 1, p. 261-292, Mar. 2017.
Resumo

Abstract Scholarly papers on Environmental Impact Assessment (EIA) in Brazil were reviewed aiming at surveying the state of research in this field. Searches in three databases identified 131 papers published between 1985 and 2015. They were classified under: case analysis (45%); analysis of the EIA system (32%), discussion about methods (15%) and evaluation of quality of EIA documents (8%). It was found that those papers: (i) deal with highly complex cases; (ii) identify several weaknesses in the EIA system, but also some achievements and improvements; (iii) address a number of weaknesses identified in other studies; and (iv) show recurrent deficiencies, as well as temporal evolution in the quality of EIA documents. Some topics often pointed as weaknesses in the national debate and the international literature were not addressed in this set of papers. This research field is at an early development stage in Brazil, but features a growing number of publications. (AU)

Resumo (Português)

Resumo A produção de artigos científicos sobre licenciamento ambiental com base em Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) no Brasil é analisada, visando identificar os principais enfoques e conclusões apresentados. Buscas em três bases de dados bibliográficos identificaram 131 artigos de 1985 a 2015, que foram classificados em: análise de casos (45%), análise do sistema de AIA (32%), discussão de métodos (15%) e avaliação de qualidade de documentos (8%). Nesses artigos: (1) são explorados casos de alta complexidade; (2) são apontadas diversas fragilidades no sistema de AIA, com reconhecimento de certos avanços; (3) estudos sobre métodos abordam algumas fragilidades identificadas em outras pesquisas; e (4) avaliações da qualidade dos estudos mostram deficiências recorrentes e evolução temporal. Alguns temas frequentemente citados, no debate público nacional e literatura internacional, como fragilidades não foram explorados nesses artigos. O campo de pesquisa está em fase inicial de desenvolvimento no Brasil, mas registra um número crescente de publicações. (AU)

Processo FAPESP: 13/04285-0 - Avaliação de sustentabilidade e avaliação de impacto no setor sucroenergético: uma análise das potenciais contribuições para o Estado de São Paulo
Beneficiário:Carla Grigoletto Duarte
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado