Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Trophic structure of macroinvertebrates in tropical pasture streams

Título (Português): Estrutura trófica de macroinvertebrados em riachos tropicais de pastagem
Texto completo
Autor(es):
Bruna Neves da Silveira-Manzotti ; Angelo Rodrigo Manzotti ; Mônica Ceneviva-Bastos ; Lilian Casatti
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Acta Limnol. Bras.; v. 28, p. -, 2016.
Resumo

Abstract: Aim The aim of this study was to describe the diet of stream macroinvertebrates and to determine their trophic groups. Methods Invertebrates were sampled with D nets in three pasture streams. They were identified to genus level and submitted to gut content analysis, except for fluid feeders such as hemipterans, to which diet data was obtained from the literature. Trophic groups were determined based on a similarity analysis using the Bray-Curtis similarity coefficient. Results Five trophic groups were defined: fine-detritivores (feed mostly on fine particulate organic matter - FPOM), coarse-detritivores/herbivores (feed mostly on coarse particulate organic matter - CPOM - and plant material), omnivores, specialist-predators (prey upon aquatic insects only), and generalist-predators. Ephemeroptera, Diptera (except Tanypodinae), Coleoptera, and Trichoptera (except Smicridea) were detritivores. The caddis Macronema (Trichoptera) fed exclusively on plant detritus and Tanypodinae and Smicridea were classified as omnivores. The odonate families Calopterygidae and Gomphidae were classified as specialist-predators, while Macrobrachium (Decapoda), Belostoma, and Limnocoris (Hemiptera) were generalist-predators. Conclusions The great quantity and frequency of occurrence of FPOM consumed by most taxa highlight the importance of this food resource for macroinvertebrate communities from tropical streams. Furthermore, observed variations on trophic group assignment for some taxa indicate the generalist and opportunistic nature of these aquatic invertebrates. Such findings reinforce the importance of conducting gut content analysis on macroinvertebrates to understand their role in the structure and functioning of tropical streams. (AU)

Resumo

Resumo Objetivos: O objetivo deste estudo foi descrever a dieta de macroinvertebrados aquáticos de riachos e determinar seus grupos tróficos. Métodos Os invertebrados foram amostrados com rede D em três riachos localizados em áreas de pastagens. Eles foram identificados ao nível de gênero (com exceção da família Chironomidae) e submetidos a análises de dieta, exceto os Hemiptera sugadores, cuja dieta foi obtida a partir da literatura. Os grupos tróficos foram determinados por uma análise de similaridade utilizando o coeficiente de similaridade de Bray-Curtis. Resultados Cinco grupos tróficos foram definidos: detritívoro-fino (dieta baseada em matéria orgânica particulada fina - FPOM), detritívoro-grosso/herbívoro (consumindo principalmente matéria orgânica particulada grossa – CPOM – e material vegetal), onívoro, predador-especialista (dieta especializada em inseto aquático) e predador-generalista. Ephemeroptera, Diptera (exceto Tanypodinae), Coleoptera e Trichoptera (exceto Smicridea) representam os detritívoros. Macronema (Trichoptera) foi o único táxon que se alimentou exclusivamente de material vegetal e Tanypodinae e Smicridea foram classificados como onívoros. As famílias Calopterygidae e Gomphidae foram classificadas como predador-especialista e Macrobrachium (Decapoda), Belostoma e Limnocoris (Hemiptera) como predador-generalista. Conclusões A grande quantidade e frequência de ocorrência de FPOM consumido pela maioria dos táxons demonstram a importância desse recurso alimentar para as comunidades de macroinvertebrados de riachos tropicais. Além disso, a variação nos grupos tróficos observada em alguns táxons reforça a natureza generalista e oportunista dos invertebrados aquáticos. Tais achados reforçam a importância de realizar análises de dieta para compreender o papel ecológico das espécies na estrutura e funcionamento dos riachos tropicais. (AU)

Processo FAPESP: 12/06041-8 - Influência da diversidade de tipos de habitat na estrutura trófica de macroinvertebrados aquáticos
Beneficiário:Bruna Neves da Silveira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo FAPESP: 11/11641-1 - Efeitos do incremento da complexidade estrutural em riachos degradados: dinâmica de detritos, fluxos de energia e tramas alimentares
Beneficiário:Mônica Ceneviva Bastos
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado