Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Spatial distribuition of tooth loss in a population of adults

Título (Português): Distribuição espacial das perdas dentárias em uma população de adultos
Texto completo
Autor(es):
Manoelito Ferreira SILVA-JUNIOR ; Emílio Prado FONSECA ; Marília Jesus BATISTA ; Maria da Luz Rosário de SOUSA
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: RGO - Revista Gaúcha de Odontologia; v. 65, n. 2, p. -, Jun. 2017.
Resumo

ABSTRACT Introduction: Although there has been an improvement in the oral health status of the population, tooth loss still aggravates the oral health of adults and is a matter of great relevance to dentistry. Aim: To determine the spatial distribution of tooth loss in adults and correlate this with the Social Exclusion Index and proximity to public dental services. Material and Method: This ecological study was based on epidemiological data of adults from Piracicaba municipality and from the Piracicaba Research and Planning Institute (IPPLAP). Data on dental evaluations were extracted from the Piracicaba epidemiological survey, which was a cross-sectional study with probabilistic sampling of 248 adults aged 20-64 years, representative of adults living in Piracicaba, Brazil. Oral examinations of the DMFT index were in accordance with the World Health Organization codes and criteria and were performed by a single examiner calibrated for this purpose. Data on social exclusion and the municipal health units that have dental services were extracted from IPPLAP. Georeferencing was performed of census tracts selected by draw, and the city health facilities that have dental services. For Spearman correlation analysis (p <0.05), we used the mean value of teeth lost per district, the Social Exclusion Index (IEX), and proximity to public dental service categorized according to radius: <500m, between 500-1000m, and >1000m the census tract. Result: There was a correlation between tooth loss and higher IEX, and r=−0.51 (p=0.01), but no correlation with proximity to public dental services (p=0.42). Conclusion: Tooth loss in adults was distributed according to social exclusion, however, it was unrelated to proximity to the public dental services. (AU)

Resumo

RESUMO Introdução: Embora haja uma melhoria na condição de saúde bucal da população, as perdas dentárias ainda constituem um agravo à saúde bucal de adultos e é um assunto de grande relevância para Odontologia. Objetivo: Verificar a distribuição espacial das perdas dentárias em adultos e correlacionar com o Índice de Exclusão Social e a proximidade de serviço odontológico público. Material e Método: Este estudo ecológico utilizou-se de dados de um levantamento epidemiológico de adultos no município de Piracicaba e do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (IPPLAP). Os dados sobre as perdas dentárias foram extraídos do levantamento epidemiológico de Piracicaba, que trata-se de um estudo transversal com amostragem probabilística de 248 adultos com idade entre 20 e 64 anos, representativos dos adultos residentes em Piracicaba-SP, Brasil. Os exames bucais do índice CPO-D seguiram os códigos e critérios da Organização Mundial da Saúde e foram realizados em domicílios por um único examinador calibrado para esta finalidade. Os dados sobre a exclusão social e unidades de saúde com serviço odontológico do município foram extraídos do IPPLAP. Foi realizado o georreferenciamento dos setores censitários sorteados e as unidades de saúde com serviço odontológico do município. Para análise de correlação de Spearman (p<0,05), utilizou-se a média de dentes perdidos por bairro, o Índice de Exclusão Social (IEX) e a proximidade de serviço odontológico público categorizados em raio de: <500m, entre 500-1000m e >1000m do setor censitário. Resultado: Houve correlação entre a perda dentária e o maior IEX, sendo r = -0,51 (p=0,01), mas não houve correlação com a proximidade de serviço odontológico público (p=0,42). Conclusão: A perda dentária em adultos distribuiu-se de acordo com a exclusão social, no entanto, sem relação com a proximidade do serviço público odontológico. (AU)

Processo FAPESP: 09/16560-0 - "Estudo da perda dentária em adultos: impacto em grupos de distintos níveis sócio econômicos e de uso de serviços odontológicos através da aplicação de índices de perda dentária e fatores associados."
Beneficiário:Marília Jesus Batista de Brito Mota
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo FAPESP: 14/15184-2 - Estudo longitudinal sobre a perda dentária em adultos e fatores associados
Beneficiário:Manoelito Ferreira Silva Junior
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo FAPESP: 11/00545-1 - Perda dentária em adultos: avaliação do impacto na qualidade de vida através da aplicação de índices de perda dentária
Beneficiário:Maria da Luz Rosario de Sousa
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular