Busca avançada
Ano de início
Entree


De sistemas novos na arte de Kazimir Malievitch : da historiab da arte a analise da lingagem artistica

Texto completo
Autor(es):
Cristina Antonioevna Dunaeva
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
John Milton; Luciano Migliaccio
Orientador: Nelson Alfredo Aguilar
Resumo

De Sistemas Novos na Arte (O nóvikh sistiémakh v isskûstvie), 1919, é o primeiro tratado teórico de Kazímir Sievierínovitch Maliévitch (1878, Kíiev ¿ 1935, Leningrado), um dos principais artistas da vanguarda russa, criador do suprematismo, teórico da arte, filósofo e pedagogo. No tratado Maliévitch apresenta e analisa os sistemas novos da arte: o impressionismo, o cubismo, o futurismo, a obra pictórica de Cézanne, Van Gogh e Gauguin, assim como a crítica da arte dita primitiva, a arte da Grécia clássica e a romana, o primitivismo moderno e o academismo. A crítica da arte está ligada à reflexão filosófica sobre o contexto histórico e cultural do surgimento da arte moderna e do suprematismo. O tratado está relacionado às atividades pedagógicas desenvolvidas por Maliévitch. Em 1918 ele é o professor dos Ateliês Artísticos Livres do Estado (SVOMAS ¿ Svobódnyie Khudójestviennyie Mastierskíie), em Petrogrado, e em 1919 ¿ o Mestre-Chefe dos I e II Ateliês Artísticos Livres do Estado em Moscou. Em Vítiebsk cria o grupo UNOVIS (Afirmadores da Arte Nova ¿ Utvierdítieli Nóvogo Isskûstva) e embasa o ensinamento na análise dos sistemas pictóricos. O pintor afirmava que o livro editado em Vítiebsk fora a transcrição de uma das palestras supostamente dadas em Moscou1 (AU)