Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Is competition an interaction as relevant as predation for tropical planktonic cladocerans?

Título (Português): Competição é uma interação tão relevante quanto a predação para cladóceros planctônicos tropicais?
Texto completo
Autor(es):
Tânia Cristina dos Santos Ferreira ; Marlene Sofia Arcifa ; Andrés Ricardo Domingos
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Acta Limnol. Bras.; v. 30, p. -, 2018.
Resumo

Abstract Aim To test the relevance of competition and predation for the two most abundant and frequent cladoceran populations, the medium-sized Ceriodaphnia richardi Sars, 1901 and the large-sized Daphnia gessneri Herbst, 1967, in a tropical shallow lake. Methods Laboratory experiments and weekly samplings in the lake for a year were performed to evaluate: density fluctuations and reproduction; predation on juveniles and adults by larvae of Chaoborus brasiliensis Theobald, 1901; competitive interactions and possible implications of competition and predation on the fluctuations of populations in the lake. Juveniles and adults of both cladocerans were offered to larvae instar IV of chaoborid, for testing selective predation in laboratory experiment. Competitive interaction between the two cladocerans was tested in experiments, with high (0.70 mg C.L-1) and low (0.25 mg C.L-1) concentrations of the edible chlorophycean Desmodesmus spinosus Chodat. Results C. richardi and D. gessneri were more abundant in the cool season, when their densities were inversely correlated, and when invertebrate predators, C. brasiliensis and the water mite Krendowskia sp., were less abundant. Despite higher concentrations of food and larger number of offsprings produced by the cladocerans in the warm season in the lake, their densities were lower, coincident with the increase of invertebrate predators, mainly chaoborid larvae. C. brasiliensis preyed on adult C. richardi and on young D. gessneri. In the competition experiments, the densities and the population growth rates of C. richardi were higher than those of D. gessneri. The competition results support the “small body size” and the “rmax” hypotheses. The exclusion of D. gessneri by C. richardi occurred only in experimental conditions, while they coexist in the lake, but without reaching their carrying capacity. Conclusions Predation is the key factor influencing the populations of cladocerans, whereas competition seems to play a secondary role, probably restricted to some periods of lower food concentration in the cool season. (AU)

Resumo

Resumo Objetivo Testar a relevância da competição e da predação para as duas populações de cladóceros mais abundantes e frequentes, a de tamanho médio Ceriodaphnia richardi Sars, 1901, e a de tamanho grande Daphnia gessneri Herbst, 1967, em um lago tropical raso. Métodos Foram feitos experimentos de laboratório e amostragens semanais durante um ano para avaliar: flutuações de densidade e reprodução; predação sobre jovens e adultos por larvas de Chaoborus brasiliensis Theobald, 1901; interações competitivas e possíveis implicações da competição e predação sobre as flutuações das populações no lago. Jovens e adultos de ambos os cladóceros foram oferecidos às larvas de estádio IV de caoborídeos, para testar predação seletiva em experimento de laboratório. A interação competitiva entre os dois cladóceros foi testada em experimentos com alta (0,70 mg C.L-1) e baixa (0,25 mg C.L-1) concentrações da clorofícea comestível Desmodesmus spinosus Chodat. Resultados C. richardi e D. gessneri foram mais abundantes na estação fria, quando suas densidades foram inversamente correlacionadas e quando os predadores invertebrados, C. brasiliensis e o ácaro aquático Krendowskia sp., foram menos abundantes. Apesar de concentrações mais elevadas de alimento e maior número de descendentes produzidos pelos cladóceros na estação quente no lago, suas densidades foram menores, coincidindo com o aumento dos predadores invertebrados, principalmente caoborídeos. C. brasiliensis predou adultos de C. richardi e jovens de D. gessneri. Nos experimentos sobre competição, as densidades e as taxas de crescimento populacional de C. richardi foram maiores do que as de D. gessneri. Os resultados da competição apoiam as hipóteses de “pequeno tamanho” e “rmax”. A diferença entre os resultados de campo e laboratório é que a exclusão de D. gessneri por C. richardi ocorreu apenas em condições experimentais, enquanto estas espécies coexistem no lago, mas sem atingir sua capacidade de suporte. Conclusões A predação é o fator chave que influencia as populações de cladóceros, enquanto a competição parece desempenhar um papel secundário, provavelmente restrito a alguns períodos de menor concentração de alimento na estação fria. (AU)

Processo FAPESP: 97/10407-6 - Produtores primarios e consumidores no lago monte alegre: herbivoria, reciclagem de nutrientes e predacao
Beneficiário:Marlene Sofia Arcifa Froehlich
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular