Busca avançada
Ano de início
Entree


Patofisiologia de osteonecrose induzida por bisfosfonatos e inibidores de RANK-L

Texto completo
Autor(es):
Rafael Scaf de Molon
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Araraquara. 2016-05-23.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Odontologia. Araraquara
Data de defesa:
Orientador: Joni Augusto Cirelli
Resumo

A patogênese de osteonecrose dos maxilares (ONJ) e os fatores de risco ainda não estão totalmente elucidados e continuam sendo foco de contínuos estudos visando estabelecer um correto diagnóstico, prevenção e tratamento. Assim, os objetivos do presente estudo foram: (1) desenvolver em camundongos, um modelo experimental de ONJ induzido por bisfosfonatos (BPs) e inibidores de RANK-L associado a doença periodontal espontânea; (2) investigar neste modelo se a descontinuação desses medicamentos alteraria as características clinicas e radiográficas de osteonecrose e, (3) avaliar a influência da artrite reumatoide (AR) no agravamento de ONJ experimental. As análises em todos os estudos foram estabelecidas por meio de avaliações radiográficas, por microtomógrafo, e histológicas. No primeiro estudo, foi estabelecido um novo modelo experimental animal utilizando-se diferentes medicamentos anti-reabsortivos, resultando em características clinicas semelhantes ao que ocorre em humanos, ou seja, extensas áreas necróticas e com exposição óssea a cavidade oral. Os resultados do estudo 2 demonstraram que a descontinuação de OPG-Fc, um inibidor de RANK-L, mas não de BPs reverteu todas as características clinicas e radiográficas de ONJ. Além disso, os resultados do estudo 3 sugerem que a AR associada ao tratamento com altas doses de BPs exacerba a incidência e a severidade de ONJ em camundongos. Com base nos achados do presente estudo, conclui-se que ONJ induzida por BPs e por inibidores de RANKL como OPG-Fc e RANK-Fc apresentam grande similaridade nas características radiográficas e histológicas, entre si e com a doença em humanos, mas somente a descontinuação do tratamento com OPG-Fc leva a uma reversão completa das alterações clinicas da doença. Os dados suportam a relevância da AR como um fator de risco para o desenvolvimento de ONJ. (AU)

Processo FAPESP: 12/09968-5 - Avaliação entre Artrite Reumatoide, Doença Periodontal e Bifosfonatos para Induzir Osteonecrose Maxilar em Camundongos
Beneficiário:Rafael Scaf de Molon
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado