Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Analyses of Shallow Convection over the Amazon Coastal Region Using Satellite Images, Data Observations and Modeling

Título (Português): Análise da Convecção Rasa sobre a Região Costeira Amazônica Usando Imagens de Satélite, Dados Observacionais e Modelagem
Texto completo
Autor(es):
Luciana Bassi Marinho Pires ; Kay Suselj ; Luciana Rossato ; João Teixeira
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Meteorologia; v. 33, n. 2, p. -, Jun. 2018.
Resumo

Abstract The Belem region of the state of Para, which is located in northern of Brazil and part of the Amazon biome is characterized by high temperatures, strong convection, unstable air conditions and high humidity favoring the formation of convective clouds. Shallow convection and deep convection are among the main components of the local energy balance. Typically a deep convection over the continents is preceded by a shallow convection. An analysis of the performance of the Jet Propulsion Laboratory / National Aeronautics and Space Administration (JPL/NASA) model of shallow convection parameterization in a framework of the single column model (SCM), in relation to the cluster of cumulus clouds formed in the coastal region of the Amazon forest due to squall lines, is provided. To achieve this purpose enhanced satellite images and infrared images from channels 2 and 4 from the GOES-12 satellite, and data obtained by the “Cloud processes of tHe main precipitation systems in Brazil: A contribUtion to cloud resolVing modeling and to the GPM (GlobAl Precipitation Measurement)” - CHUVA - campaign, during the month of June of 2011, were used. During that period, clusters of cumulus clouds penetrated the interior of the Amazon, causing heavy rains. Results demonstrated that the parameterizations performed well in the case where only a core of clouds was observed, such as at 18:00h on 14 June. This period of the day also presents the smallest bias and root mean square error (rmse) values for the relative humidity. For the potential temperature the smallest value of bias is at 12:00h on June 7th (0.18 K), the largest one is on June 11th (-2.32 K) and the rmse ranges from 0.59 to 2.99 K. (AU)

Resumo

Resumo A região de Belém, no estado do Pará, localizada na região norte do Brasil e parte do bioma da Amazônia, é caracterizada por altas temperaturas, forte convecção, alta umidade e instabilidade atmosférica, favorecendo a formação de nuvens convectivas. As convecções rasa e profunda estão entre os componentes principais do balanço de energia local. A convecção profunda sobre os continentes é tipicamente precedida pela convecção rasa. Uma análise do desempenho das parametrizações para convecção rasa do Modelo de Coluna Única (MCU) do Laboratório de Propulsão à Jato / Administração Nacional Aeronáutica e Espacial (sigla em inglês JPL/NASA) em relação ao aglomerado de nuvens cúmulus formado na região costeira da Amazônia devido às linhas de instabilidade foi realizada. Para alcançar este propósito foram usadas imagens classificadas e dos canais infravermelhos 2 e 4 do satélite GOES-12 e dados obtidos na campanha CHUVA “Cloud processes of tHe main precipitation systems in Brazil: A contribUtion to cloud resolVing modeling and to the GPM (GlobAl Precipitation Measurement)”, durante o mês de junho de 2011. Durante aquele período, aglomerados de nuvens cúmulus penetram o interior da Amazônia, causando chuvas fortes. Resultados demonstraram que as parametrizações apresentaram bom desempenho para o caso onde somente um núcleo de nuvens foi observado, tal como o ocorrido em 14 de junho às 18:00h. Este período do dia apresentou os menores valores de viés e erro médio quadrático (EMQ) para a umidade relativa do ar. Para a temperatura potencial, o menor valor de viés foi às 12:00h do dia 7 de junho (0,18 K), o maior valor foi em 11 de junho (-2,32 K) e o EMQ variou de 0,59 à 2,99 K. (AU)

Processo FAPESP: 09/15235-8 - Processos de nuvens associados aos principais sistemas precipitantes no Brasil: uma contribuição à modelagem da escala de nuvens e ao GPM (Medida Global de Precipitação)
Beneficiário:Luiz Augusto Toledo Machado
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático