Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Serological and molecular techniques applied for identification of Plasmodium spp. in blood samples from nonhuman primates

Título (Português): Técnicas sorológicas e moleculares aplicadas na identificação de Plasmodium spp. em amostras de primatas não humanos
Texto completo
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária; n. ahead, p. -, 2018.
Resumo

Abstract The aim of this study was to identify Plasmodium spp. in blood samples from nonhuman primates (NHPs) in the state of Maranhão, using classical and alternative techniques for examination of human malaria. A total of 161 blood samples from NHPs were analyzed: 141 from captive animals at a Wildlife Screening Center (CETAS) and 20 from free-living animals in a private reserve. The techniques used were microscopy, rapid diagnostic test (RDT), Indirect fluorescent antibody test (IFAT) and molecular techniques (semi-nested PCR, quantitative real-time PCR and LAMP). Two serological methods (dot-ELISA and indirect ELISA) were also standardized with rhoptry protein-soluble antigen of P. falciparum and P. berghei. Trophozoite forms of Plasmodium sp. were identified on slides from five different animals. No samples were positive through RDT and LAMP. Four samples were seropositive for P. malariae through IFAT. The samples showed low reactivity to ELISA. Plasmodium sp. was detected in 34.16% (55/161) of the samples using qPCR based on the 18S rRNA gene. After sequencing, two samples showed 100% identityl to P. malariae, one showed 97% identity to Plasmodium sp. ZOOBH and one showed 99% identity to P. falciparum . PCR was shown to be the most sensitive technique for diagnosing Plasmodium in NHP samples. (AU)

Resumo

Resumo Neste estudo objetivamos identificar Plasmodium spp. em amostras sangue de primatas não humanos (PNH) do estado do Maranhão, utilizando técnicas clássicas e alternativas para o exame da malária humana. Foram analisadas 161 amostras de sangue de PNH, sendo 141 de CETAS (cativeiro) e 20 de reserva particular (vida livre), utilizando microscopia, teste de diagnóstico rápido (RDT), imunofluorescência indireta (IFI) e técnicas moleculares (semi-nested PCR, PCR em tempo real quantitativo e LAMP). Dois métodos sorológicos (dot-ELISA e ELISA indireto) também foram padronizados com antígenos solúveis de roptrias de P. falciparum e P. berghei. Formas trofozoíticas de Plasmodium sp. foram identificadas em lâminas de cinco animais diferentes. Nenhuma amostra foi positiva em TDR e LAMP. Quatro amostras foram soropositivas para P. malariae na IFI. Os soros de PNH mostraram baixa reatividade pelo ELISA indireto. Plasmodium sp. foi detectado em 34,16% (55/161) das amostras utilizando a qPCR baseada no gene 18S rRNA. No sequenciamento, duas amostras mostraram identidade com P. malariae (100%), uma com Plasmodium sp. ZOOBH (97%) e uma com P. falciparum (99%). A PCR mostrou ser a técnica mais sensível para diagnósticos de Plasmodium em amostras de PNH. (AU)

Processo FAPESP: 10/12820-4 - Caracterização soroepidemiológica e molecular da infecção malárica em primatas neotropicais no estado do Maranhão
Beneficiário:Rosangela Zacarias Machado
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 12/03961-9 - Identificação de Plasmodium spp. em primatas neotropicais e em anofelinos em municípios da ilha de São Luís e no município de Imperatriz, Estado do Maranhão
Beneficiário:Mayra Araguaia Pereira Figueiredo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado