Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Flora das cangas da Serra dos Carajás, Pará, Brasil: Bignoniaceae

Texto completo
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rodriguésia; v. 69, n. 3, p. -, Set. 2018.
Resumo

Resumo Este trabalho consiste no levantamento florístico das Bignoniaceae na vegetação de canga da Serra dos Carajás, Pará, Brasil. A família está representada na região por 13 espécies distribuídas em oito gêneros: Amphilophium (2 spp.), Anemopaegma (2 spp.), Bignonia (1 sp.), Fridericia (3 spp.), Jacaranda (1 sp.), Lundia (1 sp.), Pachyptera (1 sp.), e Pleonotoma (2 spp.). Apresentamos descrições, chaves para a identificação, ilustrações e comentários. Uma espécie nova, Anemopaegma carajasense, é descrita e ilustrada. (AU)

Processo FAPESP: 11/50859-2 - Sistemática da tribo Bignonieae (Bignoniaceae)
Beneficiário:Lúcia Garcez Lohmann
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 12/50260-6 - Estruturação e evolução da biota amazônica e seu ambiente: uma abordagem integrativa
Beneficiário:Lúcia Garcez Lohmann
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático