Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

First occurrence of the exotic Asian clam Corbicula fluminea (Muller, 1774) in the Jundiaí-Mirim River Basin, SP, Brazil

Título (Português): Primeiro registro de ocorrência do bivalve exótico Corbicula fluminea (Muller, 1774) na microbacia do Rio Jundiaí-Mirim, SP, Brasil
Texto completo
Autor(es):
Frederico Guilherme de Souza Beghelli ; Marcelo Luiz Martins Pompêo ; Viviane Moschini Carlos
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rev. Ambient. Água; v. 9, n. 3, p. -, Set. 2014.
Resumo

Corbicula fluminea is a naturally occurring Asian bivalve that was spread around the world, and which has become a highly aggressive invasive species in many countries. C. fluminea has many ecological, economic and social impacts, such as the extinction of native species, ecosystems alterations, and damage to pipes and hydropower turbines. As an illustration of the potential damage that proliferation of C. fluminea can cause, it is noted that the United States government spends more than 1 billion dollars per year to control this species. This work recorded the first occurrence of the Asian clam C. fluminea in the Jundiaí-Mirim Basin, SP, Brazil, and included basic ecological information such as density, frequency distribution of size and species distribution along the basin. Seventy-eight individuals were sampled with a van Veen grab along the basin. The specimens were identified and measured. The exotic species was found only in two of four sampling points and its distribution was possibly influenced by sediment composition and water flow. Moderate densities were calculated, ranging from 12 to 235 ind.m-2. Our data suggest that young populations are growing in the basin. The presence of C. fluminea is a concern for the maintenance of the ecosystem and for different water uses in the Jundiai region. (AU)

Resumo

Corbicula fluminea é um bivalve exótico natural da Ásia que espalhou-se rapidamente pelo mundo tornando-se uma espécie invasora altamente agressiva em muitos países. A espécie tem o potencial de provocar uma série de impactos ecológicos, econômicos e sociais como a extinção de espécies nativas, alterações em ecossistemas e danos em tubulações e turbinas de hidrelétricas. Como exemplo dos danos que a espécie pode gerar, basta mencionar que o governo dos Estados Unidos gasta anualmente mais de 1 bilhão de dólares com a espécie. Os objetivos deste trabalho foram registrar a primeira ocorrência do bivalve invasor C. fluminea na bacia do rio Jundiaí-Mirim, SP, Brasil bem como contribuir com alguns dados ecológicos básicos como densidade, distribuição de frequências de tamanho bem como a distribuição da espécie ao longo da bacia hidrográfica. Um total de 78 indivíduos foi coletado com draga van Veen. Os organismos foram identificados e medidos. O molusco foi registrado em apenas duas das quatro estações amostrais e sua distribuição provavelmente relaciona-se com a composição do sedimento e fluxo da água. Valores intermediários de densidade foram registrados variando de 12 a 235 ind.m-2. Os dados sugerem populações jovens que estão em crescimento na bacia. A presença de C. fluminea é uma questão preocupante no que concerne a manutenção do ecossistema e da água para diferentes usos na região de Jundiaí, SP. (AU)

Processo FAPESP: 13/08272-0 - Descritores de trofia de uma série de reservatórios no Sistema Cantareira (São Paulo, SP)
Beneficiário:Viviane Moschini Carlos
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 13/03494-4 - As represas do Sistema Cantareira (São Paulo): a relação de organismos bentônicos bioindicadores e a contaminação por metais pesados
Beneficiário:Frederico Guilherme de Souza Beghelli
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo FAPESP: 12/11890-4 - Contaminação por metais pesados no sedimento de reservatórios do Sistema Cantareira (São Paulo): perspectiva ou realidade?
Beneficiário:Marcelo Luiz Martins Pompêo
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular