Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Comportamento de risco para transtorno alimentar em universitárias brasileiras

Texto completo
Autor(es):
Marle dos Santos Alvarenga ; Fernanda Baeza Scagliusi ; Sonia Tucunduva Philippi
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: ARCHIVES OF CLINICAL PSYCHIATRY; v. 38, n. 1, p. -, 2011.
Resumo

CONTEXTO: Comportamentos de risco para transtornos alimentares envolvem atitudes e práticas inadequadas para com o alimento e o peso e podem ser avaliados com base em instrumentos validados. OBJETIVOS: Avaliar comportamento de risco para transtornos alimentares em universitárias brasileiras das cinco regiões do país. MÉTODOS: 2.483 universitárias responderam ao Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26) nas cinco regiões. A pontuação no teste foi comparada entre as regiões por meio do teste qui-quadrado. Possíveis associações ou correlações com curso de graduação, idade, estado nutricional, renda individual e escolaridade do chefe da família foram avaliadas pelos coeficientes de Pearson e Spearman. Uma análise de covariância comparou o escore do EAT entre as regiões. RESULTADOS: A frequência de comportamento de risco para transtornos alimentares variou de 23,7% a 30,1% nas cinco regiões e não houve diferença na pontuação média do EAT e na proporção de escores positivos para comportamento de risco entre as regiões. Não houve forte correlação do escore do EAT com nenhuma das variáveis. CONCLUSÃO: Universitárias brasileiras apresentam alta frequência de comportamentos de risco para TA em todas as regiões do país. Medidas de prevenção devem ser planejadas para a população jovem feminina do Brasil. (AU)

Processo FAPESP: 06/56850-9 - Escala de Avaliação de atitudes alimentares: desenvolvimento, avaliação psicométrica e aplicação
Beneficiário:Marle dos Santos Alvarenga
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado