Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Uso de drogas psicotrópicas por estudantes: prevalência e fatores sociais associados

Texto completo
Autor(es):
Meire Soldera ; Paulo Dalgalarrondo ; Heleno Rodrigues Corrêa Filho ; Cleide A M Silva
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista de Saúde Pública; v. 38, n. 2, p. -, Abr. 2004.
Resumo

OBJETIVO: Determinar a prevalência do uso pesado de drogas por estudantes de primeiro e segundo graus em uma amostra de escolas públicas e particulares, e identificar fatores demográficos, psicológicos e socioculturais associados. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal com uma técnica de amostragem do tipo intencional comparando-se escolas públicas de áreas periféricas e centrais e escolas particulares. Foi utilizado um questionário anônimo de autopreenchimento. A amostra foi constituída por 2.287 estudantes de primeiro e segundo graus da cidade de Campinas, SP, no ano de 1998. Considerou-se uso pesado, o uso de drogas em 20 dias ou mais nos 30 dias que antecederam a pesquisa. Para análise estatística, utilizou-se a análise de regressão logística politômica - modelo logito, visando identificar fatores que influenciem este modo de usar drogas. RESULTADOS: O uso pesado de drogas lícitas e ilícitas foi de: álcool (11,9%), tabaco (11,7%), maconha (4,4%), solventes (1,8%), cocaína (1,4%), medicamentos (1,1%), ecstasy (0,7%). O uso pesado foi maior entre os estudantes da escola pública central, do período noturno, que trabalhavam, pertencentes aos níveis socioeconômicos A e B, e cuja educação religiosa na infância foi pouco intensa. CONCLUSÕES: Maior disponibilidade de dinheiro e padrões específicos de socialização foram identificados como fatores associados ao uso pesado de drogas em estudantes. (AU)

Processo FAPESP: 00/02082-4 - Uso de drogas por estudantes de primeiro e segundo graus: na Cidade de Campinas: prevalência e fatores sócio-demográficos, culturais e psicopatológicos associados
Beneficiário:Meire Aparecida Soldera
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado