Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) in adults: social-demographic profile from a university hospital ADHD outpatient unit in São Paulo, Brazil

Título (Português): Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) no adulto: perfil sócio-demográfico de pacientes com TDAH atendidos em ambulatório de um hospital universitário de São Paulo, Brasil
Texto completo
Autor(es):
Maria Aparecida da Silva ; Mário R. Louzã ; Homero P. Vallada
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Arquivos de Neuro-Psiquiatria; v. 64, n. 3a, p. -, Set. 2006.
Resumo

PURPOSE: To describe the social-demographic variables, including interpersonal, academic, and professional performance in adult individuals with the diagnoses of attention deficit hyperactivity disorder (ADHD). There are no reports of this kind in the Brazilian population with ADHD. The ADHD is a common disorder, which can reach up to 3% of the general population. METHOD: Descriptive study of adults with ADHD, according to the DSM-IV criteria (American Psychiatric Association). The sample was selected from a specialized outpatient service in São Paulo city. The social-demographic data was obtained by personal interviews. RESULTS: There was a predominance of males in the sample (61.2%) and a high education level (90.2% had at least a high school degree) and 52% of the 102 patients had repeated their class at a least once during their school lives. In addition, 22.5% of the population sample were unemployed at the time of the interview. CONCLUSION: The distribution of the socio-demographic variables in adult ADHD is similar to other ADHD samples reported in other countries, despite the high education level met in our sample. Similarities between child and adult ADHD could also be traced. (AU)

Resumo

OBJETIVO: Descrever as variáveis sócio-demográficas incluindo desempenho acadêmico, profissional e interpessoal em uma população adulta com diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Até o momento não há relato na literatura do perfil desses pacientes na população brasileira. O TDAH é comum na população geral, podendo chegar a 3% das pessoas. MÉTODO: Foram avaliados adultos que tomaram conhecimento do serviço de atendimento especializado em TDAH através da mídia. O diagnóstico de TDAH foi realizado utilizando-se os critérios da Associação Psiquiátrica Americana (DSM-IV). Os dados sócio-demográficos foram obtidos através de entrevista pessoal com cada paciente. RESULTADOS: 102 indivíduos preencheram critérios para TDAH. Houve predomínio do sexo masculino (61,2%) com alto nível de escolaridade (90,2% tinham no mínimo 2º grau completo). Cinquenta e três pacientes (52%) foram reprovados pelo menos uma vez durante vida estudantil. No momento da entrevista, 22,5% encontravam-se desempregados. CONCLUSÃO: Observou-se uma semelhança da distribuição das variáveis sócio-demográficas com os indivíduos adultos com TDAH de outros países, apesar da escolaridade ser acima da média nacional. Além disso, pode-se também observar semelhanças entre as populações infantil e adulta com TDAH. (AU)

Processo FAPESP: 03/13779-4 - Polimorfismo de genes relacionados ao sistema dopaminérgico de pacientes adultos com diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)
Beneficiário:Homero Pinto Vallada Filho
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular