Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Fluência e compreensão leitora em escolares com dificuldades de leitura

Texto completo
Autor(es):
Tânia Augusto Nascimento ; Carolina Alves Ferreira de Carvalho ; Adriana de Souza Batista Kida ; Clara Regina Brandão de Ávila
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: J. Soc. Bras. Fonoaudiol.; v. 23, n. 4, p. -, Dez. 2011.
Resumo

OBJETIVO: Caracterizar o desempenho de escolares com dificuldade de leitura, em tarefas de decodificação e compreensão leitora e buscar correlações entre ambas. MÉTODOS: Foram avaliados 60 escolares (29 meninas) que cursavam do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental na rede pública do município de São Paulo. Trinta escolares (Grupo Pesquisa - GP), dez de cada ano, foram indicados por seus professores por apresentarem queixas ou indícios de dificuldades de leitura. Outros trinta, indicados como bons leitores, pareados por gênero, idade e escolaridade ao GP, compuseram o Grupo de Comparação (GC). Todos os escolares foram avaliados quanto aos parâmetros de fluência de leitura de itens isolados (palavras e pseudopalavras) e texto, e de compreensão leitora de texto narrativo (nível de leitura, número e tipo de ideias identificadas, acertos às questões de múltipla escolha). RESULTADOS: O GP apresentou valores de fluência e compreensão leitoras mais baixos que o GC. Diferentes padrões de correlações positivas e negativas, de fracas a ótimas, entre os parâmetros de decodificação e compreensão foram encontradas nos dois grupos. No GP foram observados baixos valores de taxa e acurácia de leitura correlacionados a baixos valores de compreensão e melhora da decodificação, mas não da compreensão, conforme avançaram os anos escolares. No GC, observou-se correlação entre os diferentes parâmetros de fluência avaliados, mas nenhum desses parâmetros correlacionou-se com as variáveis de compreensão leitora. CONCLUSÃO: Os escolares com dificuldades de leitura e de escrita apresentam baixos valores de parâmetros da fluência e da compreensão leitora. Fluência e compreensão correlacionam-se no grupo com dificuldades, mostrando que as alterações da decodificação influenciam a compreensão leitora, a qual não melhora com a escolaridade. (AU)

Processo FAPESP: 08/57186-0 - Nível de compreensão de texto em escolares com queixa de dificuldade de leitura e escrita
Beneficiário:Tânia Augusto Nascimento
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica