Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

EFEITOS DO HORÁRIO DO DIA, LUMINOSIDADE AMBIENTAL E EXERCÍCIO FÍSICO SOBRE PARÂMETROS INFLAMATÓRIOS E DE PERFORMANCE EM RATOS NADADORES

Texto completo
Autor(es):
Wladimir Rafael Beck ; Lucas Dantas Maia Forte ; Claudio Alexandre Gobatto
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rev. educ. fis. UEM; v. 26, n. 1, p. -, Mar. 2015.
Resumo

RESUMOO modelo animal é utilizado em inferências de muitos mecanismos fisiológicos ao modelo humano, entretanto, investigações tem negligenciado o completo controle ambiental e cronobiológico. O objetivo deste estudo foi analisar respostas inflamatórias decorrentes do exercício físico realizado até a exaustão em intensidade individualmente determinada na transição aeróbia/anaeróbia em diferentes horários do dia e luminosidades ambientais. Ratos Wistar foram submetidos a dois tipos de luminosidade ambiental durante o período noturno: luminosidade padrão (LP; escuridão total) ou experimental (LE; >600nm; <15lux). Os animais foram avaliados pelo teste de lactato mínimo e então submetidos a um exercício exaustivo nesta intensidade (TE).Todos os procedimentos experimentais foram realizados às 12:00h (período de repouso) ou 20:00h (vigília). TE não sofreu influência do horário ou luminosidade, porém, ratos avaliados sob LP às 20:00h apresentaram menores valores para marcadores inflamatórios, mostrando a importância deste controle em experimentos que envolvam animais noturnos. (AU)

Processo FAPESP: 10/13377-7 - Efeito da luminosidade e do horário do exercício de natação até a exaustão na intensidade de lactato mínimo sobre respostas bioquímicas e hematológicas de ratos
Beneficiário:Wladimir Rafael Beck
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo FAPESP: 12/20501-1 - Respostas moleculares frente à natação contínua e intervalada e à melatonina exógena em ratos: sinalizadores celulares do metabolismo intermediário e de vias inflamatórias e de estresse oxidativo
Beneficiário:Claudio Alexandre Gobatto
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 11/13226-1 - Resposta ergogênica da melatonina no nadir e ACROFASE da atividade espontânea e suas consequências na atividade da via IKK/NF-kB e dano tecidual muscular
Beneficiário:Wladimir Rafael Beck
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado