Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Efeito imediato da terapia manual laríngea em indivíduos disfônicos

Texto completo
Autor(es):
Ana Paula Reimann ; Larissa Thaís Donalonso Siqueira ; Ana Vitória Rondon ; Alcione Ghedini Brasolotto ; Kelly Cristina Alves Silverio
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: CoDAS; v. 28, n. 1, p. -, Fev. 2016.
Resumo

RESUMO Objetivos: Verificar o efeito imediato da terapia manual laríngea (TML) na dor musculoesquelética, na voz e nas sensações autorreferidas em indivíduos com disfonia funcional/organofuncional de origem comportamental e em indivíduos sem disfonia. Métodos: Participaram 30 indivíduos do gênero feminino e masculino, com idade entre 18 e 45 anos. Foram divididos em grupo disfônico (GD), 15 indivíduos com disfonia funcional/organofuncional; e grupo controle (GC), 15 indivíduos com vozes saudáveis, sem queixas vocais. Todos preencheram questionário de investigação de dor e foram submetidos a registro vocal para posterior avaliação perceptivo-auditiva e acústica da voz. Aplicou-se a TML por 20 minutos em ambos os grupos e repetiu-se a avaliação inicial. Após a TML, os indivíduos realizaram autoavaliação referente às sensações vocais, laríngeas, articulatórias e respiratórias. Resultados: No GD observou-se diminuição da dor após aplicação da TML nas regiões: temporal, laringe, parte posterior do pescoço, punhos/mãos/dedos, parte superior e inferior das costas, quadril/coxas, não observado no GC. A análise perceptivo-auditiva da vogal /a/ revelou que não houve diferença significante em nenhum parâmetro de ambos os grupos após TML. Na fala espontânea, houve piora no parâmetro rugosidade após a TML apenas no GD. Os indivíduos do GD relataram melhor sensação na laringe e articulação após a TML, o mesmo não foi observado no GC. Conclusão: A TML diminuiu a intensidade da dor corporal em disfônicos, o que não ocorreu com os indivíduos sem alterações vocais. Apesar da análise perceptivo-auditiva revelar aumento da rugosidade vocal, foram relatadas sensações positivas na laringe e na articulação pelos disfônicos após a TML. (AU)

Processo FAPESP: 12/02901-2 - Efeito imediato da terapia manual laríngea em indivíduos disfônicos
Beneficiário:Ana Paula Reimann
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica