Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Guar root and shoot growth as affected by soil compaction

Título (Português): Crescimento de raiz e parte aérea de guar afetados pela compactação do solo
Texto completo
Autor(es):
Doglas Bassegio ; Marcos Vinicius Mansano Sarto ; Ciro Antonio Rosolem ; Jaqueline Rocha Wobeto Sarto
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Pesqui. Agropecu. Trop.; v. 48, n. 2, p. -, Abr. 2018.
Resumo

ABSTRACT Guar (Cyamopsis tetragonoloba L.) is commonly grown in arid lands, because of its high drought-tolerance. However, soil compaction may be a limiting factor to its growth. This study aimed to evaluate the guar growth, according to the soil penetration resistance (0.20 MPa, 0.33 MPa, 0.50 MPa, 0.93 MPa and 1.77 MPa, in a layer with depth between 0.15 m and 0.20 m), in a Rhodic Acrudox soil. The shoot and root dry mass, root length by the Q1/2 index (mechanical soil penetration resistance in which the root growth is reduced by 50 %) and root diameter were evaluated. The impairment of the guar shoot growth begins when the penetration resistance is greater than around 1 MPa. The soil compaction alters the distribution of guar roots in the soil profile, concentrating them in the 0.15 m layer, but it does not prevent roots from penetrating this layer and developing in depth. The root diameter increases in the compacted layer. A soil penetration resistance of up to 1.77 MPa does not influence the root length density below the compacted layer, as well as the total root length density of guar. Although the guar Q1/2 index is greater than 1.58, the shoot and root dry mass are impaired. (AU)

Resumo

RESUMO O guar (Cyamopsis tetragonoloba L.) é comumente cultivado em terras áridas, por ser altamente tolerante à seca. No entanto, a compactação do solo pode ser um fator limitante ao seu cultivo. Objetivou-se avaliar o crescimento de guar, em função da resistência do solo à penetração (0,20 Mpa; 0,33 Mpa; 0,50 Mpa; 0,93 Mpa; e 1,77 Mpa, em camada com profundidade entre 0,15 m e 0,20 m), em Latossolo Vermelho Distroférrico. Avaliaram-se a massa seca da parte aérea e raiz, o comprimento radicular a partir do índice Q1/2 (resistência mecânica do solo à penetração na qual o crescimento radicular é reduzido à metade) e o diâmetro radicular. O crescimento da parte aérea de guar começa a ser prejudicado por resistência superior a cerca de 1 MPa. A compactação do solo altera a distribuição das raízes de guar no perfil do solo, concentrando-as na camada de 0,15 m, mas não impede que as raízes penetrem nessa camada e se desenvolvam em profundidade. O diâmetro de raiz aumenta na camada compactada. A resistência à penetração no solo de até 1,77 MPa não influencia na densidade de comprimento radicular abaixo da camada compactada, bem como na densidade de comprimento radicular total de guar. Embora o índice Q1/2 de guar seja superior a 1,58, a massa seca da parte aérea e da raiz são prejudicadas. (AU)

Processo FAPESP: 14/10656-3 - Contribuição do eucalipto para a matéria orgânica do solo em sistema integrado
Beneficiário:Marcos Vinicius Mansano Sarto
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo FAPESP: 16/14323-4 - Atividade microbiana em integração eucalipto e Urochloa
Beneficiário:Marcos Vinicius Mansano Sarto
Linha de fomento: Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado