Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Role of Primary Health Care in child hospitalization due to pneumonia: a case-control study

Título (Português): Papel da Atenção Primária à Saúde na hospitalização de crianças por pneumonia: um estudo caso-controle
Texto completo
Autor(es):
Juliana Coelho Pina ; Suzana Alves de Moraes ; Isabel Cristina Martins de Freitas ; Débora Falleiros de Mello
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Latino-Americana de Enfermagem; v. 25, p. -, 2017.
Resumo

Objective: to evaluate the association of primary health care and other potential factors in relation to hospitalization due to pneumonia, among children aged under five years. Method: epidemiological study with a case-control, hospital-based design, which included 345 cases and 345 controls, matched according to gender, age and hospital. Data were collected using a pre-coded questionnaire and the Primary Care Assessment Tool, analyzed by means of multivariate logistic regression, following the assumptions of a hierarchical approach. Results: the protective factors were: family income >US$216.12 (OR=0.68), weight gain during pregnancy ≥10 kg (OR=0.68), quality of Primary Health Care (OR for scores >3.41=0.57; OR for scores >3.17 and ≤3.41=0.50), gastro-esophageal reflux (OR=0.55), overweight (OR=0.37) and birth interval ≥48 months (OR=0.28). The risk factors included: parity (2 childbirths: OR=4.60; ≥3 childbirths: OR=3.25), out-of-date vaccination (OR=2.81), undernutrition (OR=2.53), history of wheezing (≥3 episodes OR=2.37; 1 episode: OR=2.13), attendance at daycare center (OR=1.67), and use of medicines over the past month (OR=1.67). Conclusion: primary health care and its child health care practices, such as nutritional monitoring, immunization, care to prevalent illnesses, prenatal care and family planning need to be prioritized to avoid child hospitalization due to pneumonia. (AU)

Resumo

Objetivo: avaliar a associação da atenção primária à saúde e de outros potenciais fatores em relação à hospitalização por pneumonia, em crianças menores de cinco anos de idade. Método: Estudo epidemiológico tipo caso-controle de base hospitalar, que incluiu 345 casos e 345 controles, pareados de acordo com sexo, idade e hospital. Os dados foram coletados através de um questionário pré-codificado e do Instrumento de Avaliação da Atenção Primária à Saúde, sendo analisados por meio da regressão logística multivariada, seguindo os pressupostos da abordagem hierarquizada. Resultados: os fatores de proteção identificados foram: renda familiar >US $ 216,12 (OR=0,68), ganho de peso durante a gravidez ≥10 kg (OR=0,68), qualidade da atenção primária à saúde (OR para escores >3,4 =0,57; e ≤3,41=0,50), refluxo gastro-esofágico (OR=0,55), excesso de peso (OR=0,37) e intervalo interpartal ≥48 meses (OR=0,28). Os fatores de risco consistiram em: paridade (2 partos: OR=4,60; ≥3 partos: OR=3,25), situação vacinal desatualizada (OR=2,81), desnutrição (OR=2,53), história de sibilância (≥3 episódios OR=2,37; 1 episódio: OR=2,13), frequência à creche (OR=1,67) e uso de medicamentos no último mês (OR=1,67). Conclusão: a atenção primária à saúde e suas práticas de cuidado da criança - como seguimento nutricional, imunização, atenção às doenças prevalentes, assistência pré-natal e planejamento familiar - constituem ações prioritárias para evitar hospitalizações de crianças por pneumonia. (AU)

Processo FAPESP: 11/12195-5 - Enfermagem em saúde da criança e a longitudinalidade do cuidado
Beneficiário:Débora Falleiros de Mello
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular