Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

INOCULATION OF DIAZOTROPHIC BACTERIA AND NITROGEN FERTILIZATION IN TOPDRESSING IN IRRIGATED CORN

Título (Português): INOCULAÇÃO DE BACTÉRIA DIAZOTRÓFICA E ADUBAÇÃO NITROGENADA DE COBERTURA EM MILHO IRRIGADO
Texto completo
Autor(es):
VANESSA ZIRONDI LONGHINI ; WÉSLEY CARLOS ROSSINI DE SOUZA ; MARCELO ANDREOTTI ; NATALIA DE ÁVILA SOARES ; NÍDIA RAQUEL COSTA
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rev. Caatinga; v. 29, n. 2, p. -, Jun. 2016.
Resumo

ABSTRACT: Corn is a nitrogen-intensive crop, and the use of management practices such as inoculation of the seed with diazotrophic bacteria, which can maximize crop productivity and reduce the need of nitrogen fertilizers, may result in lower production costs. The present study aimed to evaluate the effect of inoculation of corn seed with Azospirillum brasilense and controlled addition of nitrogen to topdressing on the nutrition, production components, and productivity of crop grain. The experimental design was a randomized block design, with four replications in a 2 × 5 factorial scheme. The treatments consisted of inoculation or not of corn seed with A. brasilense (at 100 mL per 25 kg of seed) and five nitrogen (N) levels in topdressing (0, 30, 60, 90, and 120 kg N ha-1 from urea [45% N]) were applied when the corn was in the phenological growth stage V6. Foliar macronutrients, foliar chlorophyll index (FCI), production components, and yield of corn grain were valuated. Inoculation of corn seeds with A. brasilense increased plant height and grain yield. Fertilization in topdressing, with N levels up to 120 kg ha-1, linearly increased the foliar nutrients and productivity of corn cultivated in the spring/summer in the low-altitude Cerrado region of Brazil. (AU)

Resumo

RESUMO: O milho é uma cultura exigente em nitrogênio e a utilização de práticas de manejo como a inoculação das sementes com bactérias diazotróficas, poderão maximizar a produtividade da cultura, atrelados a redução do uso de adubos nitrogenados, podendo refletir em menor custo de produção. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito da inoculação de sementes de milho com Azospirillum brasilense e adição controlada de nitrogênio em cobertura sobre a nutrição, componentes da produção e produtividade de grãos da cultura. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 5. Os tratamentos foram constituídos pela inoculação ou não das sementes do milho com A. brasilense (dose de 100 mL para 25 kg de sementes) e cinco doses de nitrogênio (N) em cobertura (0, 30, 60, 90 e 120 kg N ha-1 fonte ureia [45% N]) foram aplicadas quando o milho estava no estádio fenológico V6. Teores de macronutrientes foliares, o índice de clorofila foliar (FCI), os componentes da produção e a produtividade de grãos do milho foram avaliados. Constatou-se que a inoculação das sementes de milho com A. brasilense incrementou a altura de plantas e a produtividade de grãos. A adubação em cobertura, com a dose de até 120 kg N ha-1, aumentou linearmente os teores nutricionais foliares e a produtividade de grãos do milho irrigado cultivado na primavera/verão na região de Cerrado de baixa altitude do Brasil. (AU)

Processo FAPESP: 12/19114-3 - Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho pelo uso ou não da Inoculação com Azospirillum spp
Beneficiário:Vanessa Zirondi Longhini
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica