Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Event-duration semantics in online sentence processing

Título (Português): Semântica da duração de eventos no processamento online de sentenças
Texto completo
Autor(es):
Thiago Oliveira da Motta Sampaio ; Aniela Improta França
Número total de Autores: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Letras de Hoje; v. 53, n. 1, p. -, Mar. 2018.
Resumo

Abstract: Several experiments in Psycholinguistics found evidences of Iterative Coercion, an effect related to the reanalysis of punctual events used in durative contexts triggering an iterative meaning. We argue that this effect is not related to aspectual features, and that event-duration semantics is accessed during Sentence Processing. We ran a self-paced reading experiment in Brazilian Portuguese whose sentences contain events with an average duration of a few minutes. These sentences were inserted in durative contexts that became the experiment's conditions following a Latin Square design: control condition (minutes), subtractive (seconds), iterative (hours) and habitual (days). Higher RTs were measured at the critical segments of all experimental conditions, except for the habitual context. The results corroborated our hypothesis while defying the psychological reality of habitual coercion. To better observe the habitual coercion condition, we now present a reanalysis of Sampaio et al. (2014) data. The present analysis confirms the results of our tests. (AU)

Resumo

Resumo: Diversos experimentos psicolinguísticos encontraram evidências da Coerção Iterativa, um efeito relacionado à reanálise de eventos pontuais usados em contextos durativos, que resultam numa leitura iterativa. Nesse trabalho argumentamos que esse efeito não é relacionado a propriedades aspectuais e que a semântica da duração dos eventos é acessada online. Aplicamos um experimento de leitura auto-monitorada em Português Brasileiro, cujas sentenças contém eventos com duração média de alguns minutos. Estas sentenças foram inseridas em quatro condições durativas, seguindo uma distribuição fatorial (quadrado latino): condição controle (minutos), subtrativa (segundos), iterativa (horas) e habitual (dias). Nossos resultados indicam maiores RTs nos segmentos críticos das condições experimentais, exceto em relação a condição habitual. Esses resultados confirmam nossa hipótese, porém, põem em cheque a realidade psicológica da coerção habitual. Assim, para melhor observar os efeitos dessa condição, procedemos uma reanálise dos dados de Sampaio et al. (2014), que finalmente veio confirmar o resultado de nosso teste. (AU)

Processo FAPESP: 16/13920-9 - A percepção do tempo e o Processamento de Sentenças: estudo dos modelos de Coerção Aspectual / temporal
Beneficiário:Thiago Oliveira da Motta Sampaio
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular