Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

The relationship between radiographic and clinical parameters in periodontal maintenance in class II furcation defects

Título (Português): Associação entre parâmetros radiográficos e clínicos durante a terapia de manutenção periodontal em lesões de furca classe II
Texto completo
Autor(es):
Patricia Ramos Cury ; Ney Soares de Araújo ; Jon Bowie ; Enilson Antonio Sallum ; Marjorie Jeffcoat
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Brazilian Oral Research; v. 18, n. 2, p. -, Jun. 2004.
Resumo

The goal of the present study was to investigate the relationship between probing and radiographic parameters, and the reliability of repeated longitudinal periodontal probing measurements for early diagnosis of periodontal breakdown in class II furcation defects. Eighteen class II furcation defects in lower molars were included in this study. Standardized radiographs and clinical measurements, relative vertical clinical attachment level (CAL-v) and probing depth (PD) were obtained immediately before periodontal surgeries and at 6, 12, 18, and 24 months after surgery. A total of 72 pairs of radiographs were subtracted following correction for contrast and planar geometric discrepancies, and the bone loss/gain (in mm) was measured. There was no statistically significant correlation between CAL-v and bone height (BH) measurements. A statistically significant correlation for PD reduction at 24 months and BH increase at 18 months was found (r = 0.5, p < 0.05). These results suggest that clinical measurements and radiographic bone height reflect different features of periodontal destruction and periodontal healing, and repeated longitudinal measurements of vertical clinical attachment level are not reliable for early diagnosis of periodontal breakdown in class II furcation defects. (AU)

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre medidas clínicas e radiográficas durante a terapia de manutenção periodontal e a confiabilidade de medidas clínicas periodontais repetidas para o diagnóstico precoce de destruição periodontal de lesões de furca classe II. Dezoito lesões de furca classe II em molares inferiores foram incluídas neste estudo. Radiografias padronizadas e medidas do nível clínico de inserção vertical (NCI-v) e da profundidade de sondagem (PS) foram obtidas imediatamente antes do tratamento cirúrgico e aos 6, 12, 18 e 24 meses após a cirurgia. Um total de 72 pares de radiografias foram subtraídos após correção das distorções geométricas e de contraste, e a altura de ganho/perda óssea (AO) (em mm) foi medida. Não houve correlação estatisticamente significante entre NCI-v e AO. Houve uma correlação estatisticamente significante entre redução na PS aos 24 meses e aumento na AO aos 18 meses (r = 0,5, p < 0,05). Os resultados deste estudo sugerem que medidas clínicas e radiográficas refletem diferentes características da reparação e destruição periodontais e medidas clínicas longitudinais repetidas do NCI-v não são confiáveis para o diagnóstico precoce de destruição periodontal em lesões de furca classe II. (AU)

Processo FAPESP: 99/03544-2 - Avaliação longitudinal clínica e radiografia da regeneração obtida após terapia de regeneração tecidual guiada lesões de bifurcação Classe II. estudo em humanos
Beneficiário:Patricia Ramos Cury
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado