Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Brushite cement containing gelatin: evaluation of mechanical strength and in vitro degradation

Título (Português): Cimentos de brushita contendo gelatina: avaliação da resistência mecânica e degradação in vitro
Texto completo
Autor(es):
L. P. Silva ; M. D. P. Ribeiro ; E. S. Trichês ; M. Motisuke
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Cerâmica; v. 65, n. 374, p. 261-266, Jun. 2019.
Resumo

Abstract Calcium phosphate cements (CPCs) are potential materials for repairing bone defects, mainly due to their excellent biocompatibility and osteoconductivity. Nevertheless, their low mechanical properties limit their usage in clinical applications. The gelatin addition may improve the mechanical and biological properties of CPCs, but their solubility in water may increase the porosity of the cement during degradation. Thus, the aim of this work was to investigate the influence of gelatin on the setting time, compressive strength and degradation rate of a brushite cement. CPCs were prepared with the addition of 0, 5, 10 and 20 wt% of gelatin powder in the solid phase of the cement. The results indicated that the setting time increased with gelatin. Furthermore, cement with 20 wt% of gelatin had an initial compressive strength of 14.1±1.8 MPa while cement without gelatin had 4.5±1.2 MPa. The weight loss, morphology and compressive strength were evaluated after degradation in Ringer’s solution. According to the weight loss data, gelatin was eliminated of samples during degradation. It was concluded that the presence of gelatin improved CPCs mechanical properties; however, as degradation in Ringer’s solution evolved, cement compressive strength decreased due to gelatin dissolution and, consequently, an increase in sample porosity. (AU)

Resumo

Resumo Os cimentos de fosfato de cálcio (CPCs) são materiais potenciais para reparar defeitos ósseos, principalmente devido à sua excelente biocompatibilidade e osteocondutividade. No entanto, suas baixas propriedades mecânicas limitam suas aplicações clínicas. A adição de gelatina pode melhorar as propriedades mecânicas e biológicas dos CPCs, mas sua solubilidade em água pode aumentar a porosidade do cimento durante a degradação. Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar a influência da gelatina no tempo de pega, na resistência à compressão e na taxa de degradação de um cimento de brushita. Os CPCs foram preparados com a adição de 0, 5, 10 e 20% em massa de gelatina em pó na fase sólida do cimento. Os resultados indicaram que o tempo de pega aumentou com a adição da gelatina. Além disso, o cimento com 20% de gelatina apresentou resistência à compressão inicial de 14,1±1,8 MPa, enquanto o cimento sem gelatina teve 4,5±1,2 MPa. A perda de massa, a morfologia e a resistência à compressão foram avaliadas após a degradação em solução de Ringer. De acordo com os dados da perda de massa, a gelatina adicionada foi eliminada das amostras durante a degradação. Conclui-se que a presença de gelatina melhorou as propriedades mecânicas dos CPCs; no entanto, à medida que a degradação em solução de Ringer evoluiu, a resistência à compressão dos cimentos diminuiu devido à dissolução da gelatina e, consequentemente, um aumento na porosidade das amostras. (AU)

Processo FAPESP: 13/19642-2 - Cimentos ósseos injetáveis: otimização e controle das propriedades mecânicas, porosidade e taxa de degradação
Beneficiário:Mariana Motisuke
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 11/09240-9 - Otimização de cimentos de fosfato de cálcio para aplicação na ortopedia e na engenharia tecidual
Beneficiário:Mariana Motisuke
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular