Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Religiosity and patterns of alcohol consumption among users of primary healthcare facilities in Brazil

Título (Português): Religiosidade e padrões de consumo de álcool entre usuários de unidades de atenção primária à saúde no Brasil
Texto completo
Autor(es):
Edson Zangiacomi Martinez ; Anderson Soares da Silva ; Flávia Masili Giglio ; Natalia Akemi Yamada Terada ; Miriane Lucindo Zucoloto
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Cad. saúde colet.; v. 27, n. 2, p. 146-157, Jun. 2019.
Resumo

Abstract Background A number of studies have been reported on the role of religiosity in health beliefs and behaviors. Objective The objective of this cross-sectional study is to examine the association between religious involvement and patterns of alcohol consumption in a large representative sample of users of primary healthcare facilities in Ribeirão Preto, Southeast Brazil. Method Data were collected through personal interviews. Religiosity was measured using the Duke University Religion Index (DUREL) and the alcohol consumption was measured using the Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) questionnaire. Multinomial logistic regression models were used to evaluate the associations between the participant characteristics, the AUDIT risk levels, and the drinking groups. Results The sample was composed of 841 women with a mean age of 39.5 years old and 214 men with a mean age of 45.1 years old. A significant relationship between patterns of alcohol consumption and the multiple dimensions of religiosity was detected, such as religious affiliation, religious practices, self-perception of the level of religiosity and the ORA, NORA and IR components of DUREL. Lower levels of drinking risk were detected among religious individuals and among those who practice their religions compared to individuals who have no religion and/or non-practicing individuals, respectively. Conclusion A lifestyle motivated by religious concerns is associated with alcohol use habits among the Brazilian users of the public healthcare facilities. (AU)

Resumo

Resumo Introdução Vários estudos têm mostrado o papel da religiosidade nas crenças e comportamentos em saúde. Objetivo O objetivo deste estudo transversal é examinar a associação entre envolvimento religioso e padrões de consumo de álcool em uma amostra representativa de usuários de unidades de atenção primária à saúde de Ribeirão Preto, Brasil. Método Os dados foram obtidos por entrevistas pessoais. A religiosidade foi mensurada usando o Duke University Religion Index (DUREL) e o consumo de álcool foi mensurado pelo Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). Modelos de regressão logística multinomiais foram usados para avaliar as associações entre as características dos participantes, os níveis do AUDIT e os grupos de consumo de álcool. Resultados A amostra foi composta por 841 mulheres com idade média de 39,5 anos e 214 homens com média de idade de 45,1 anos. Foram evidenciadas associações significativas entre padrões de consumo de álcool e as múltiplas dimensões da religiosidade, como afiliação religiosa, práticas religiosas, autopercepção do nível de religiosidade e os componentes do DUREL. Baixos níveis de ingestão de álcool foram detectados entre indivíduos religiosos e entre aqueles que praticam sua religião, comparados com aqueles que não possuem uma religião e/ou não praticam uma religião, respectivamente. Conclusão Um estilo de vida motivado por interesses religiosos é associado com os hábitos de uso de álcool entre os usuários de unidades de atenção primária à saúde. (AU)

Processo FAPESP: 14/14020-6 - Conhecimento, religiosidade, medo, qualidade de vida e outras variáveis de interesse associadas à prática da doação de sangue
Beneficiário:Miriane Lucindo Zucoloto
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado