Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Instructional Videomodeling to Teach Mothers of Children with Autism to Implement Discrete Trials: A Systematic Replication

Título (Português): Utilizando Videomodelação Instrucional para Ensinar Mães de Crianças Diagnosticadas com Autismo a Implementar Tentativas Discretas: Uma Replicação Sistemática
Texto completo
Autor(es):
Adriano Alves Barboza ; Lidiene Camila Barbosa Costa ; Romariz da Silva Barros
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Trends in Psychology; v. 27, n. 3, p. 795-804, Set. 2019.
Resumo

Abstract The high number of Autism Spectrum Disorder’s (ASD) cases determines a great need for specialized service for this population. This is particularly critical, considering the intensity required according to the specialized literature. Parental training may be an affordable alternative to provide this intervention with a high integrity and less costs, and tools such as videomodeling may facilitate the efficiency of such training procedures. This work aimed to evaluate, with strict experimental control, the efficiency of instructional videomodeling while training parents of children with ASD to implement Discrete Trial Instruction. Three mother-child dyads participated: Beatriz (27 years) and Luan (3 years); Eliana (30 years old) and Igor (2 years old); Vanessa (40 years old) and Daniel (4 years old). The results showed an increase in the performance accuracy of all mothers in the application of discrete trials, with an average duration of 4 hours. It is possible that this type of instructional tool has an effect on motivation and broadly promotes access to training contingencies, unlike the limitations of face-to-face training. However, it is important to emphasize that this tool only reaches its full function if it is inserted within a broader training program. (AU)

Resumo

Resumo O elevado número de casos de Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) determina uma grande necessidade de atendimento adequado a essa população. Isso é particularmente crítico, considerando a intensidade necessária recomendada na literatura especializada. A intervenção parental pode ser uma alternativa para proporcionar acesso a uma intervenção de qualidade e economicamente acessível, e recursos como a videomodelação podem auxiliar a eficiência deste tipo de treinamento. Este trabalho teve como objetivo avaliar, através de rigoroso controle experimental, a eficiência da videomodelação instrucional no treinamento parental para implementar ensino por tentativas discretas. Participaram deste estudo três díades mãe-criança: Beatriz (27 anos) e Luan (3 anos); Eliana (30 anos) e Igor (2 anos); Vanessa (40 anos) e Daniel (4 anos). Os resultados mostraram aumento na precisão de desempenho de todas as mães na aplicação de tentativas discretas, com duração média de carga horária de treinamento em torno de 4 horas. É possível que esse tipo de ferramenta tenha efeito sobre a motivação e promova amplamente o acesso a contingências de treinamento, diferentemente das limitações de treinamentos presenciais. Porém é importante enfatizar que essa ferramenta só atinge sua plena função se estiver inserida dentro de um programa mais amplo de treinamento. (AU)

Processo FAPESP: 08/57705-8 - Instituto de Estudos sobre Comportamento, Cognição e Ensino
Beneficiário:Deisy das Graças de Souza
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático