Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

De ‘Mim’ para ‘Nós’: solidariedade e biocidadania no sistema brasileiro de inovação em medicina de precisão para o câncer

Texto completo
Autor(es):
Maria Sharmila Alina de Sousa ; Dante Marcello Claramonte Gallian [2] ; Rui Monteiro de Barros Maciel [3]
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Saúde debate; v. 43, p. 114-132, 2020-02-10.
Resumo

RESUMO Ao passo em que as inovações biotecnológicas migram da bancada para o leito e, mais recentemente, também para a Internet, uma miríade de desafios e potenciais pode surgir em contextos socioculturais e político-econômicos distintos. Usando um estudo de caso inspirado na teoria embasada em dados focado no consórcio de pesquisa brasileiro sobre a Neoplasia Endócrina Múltipla do Tipo 2 (BrasMEN) – uma síndrome rara em que testes genéticos definem intervenções custo-efetivas – ressaltamos facilitadores e barreiras para ambos desenvolvimento e implementação de uma estratégia de genômica em saúde pública no cenário de um país em desenvolvimento. O estudo foi baseado em observação participante em três centros e entrevistas com todos que podem ter um interesse sobre a MEN2 no Brasil. Discutimos como uma motivação baseada em ‘solidariedade’ para uma ‘biocidadania’ individual e coletiva está impulsionando ações preventivas nas pessoas para acessar e fazer com que cuidados em saúde personalizados sejam disponibilizados no Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil via a ‘coprodução’ de ciência, tecnologia e a cultura para medicina de precisão – denominado sistema de inovação biomédico brasileiro ‘escondido’. Dado o estabelecimento do BrasMEN como ‘redes de solidariedade’ – promovendo e apoiando a abordagem da medicina de precisão em câncer – nossos dados ilustram como uma série de novos desafios bioéticos surgem desse engajamento com a genômica do câncer familiar no cenário de país em desenvolvimento brasileiro e como esta tecnologia social/leve constitui uma solução para sociedades europeias e norte-americanas. (AU)

Processo FAPESP: 12/21942-1 - Percepções e atitudes de pacientes, familiares, profissionais de saúde e reguladores sobre questões bioéticas no Brasil e Reino Unido: o caso do carcinoma medular de tiróide hereditário e familiar
Beneficiário:Maria Sharmila Alina de Sousa
Linha de fomento: Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo FAPESP: 10/51547-1 - Carcinoma medular de tiroide hereditario: percepcao e atitude de pacientes, familiares e profissionais de saude sobre questoes bioeticas.
Beneficiário:Rui Monteiro de Barros Maciel
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular