Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Impacto de práticas parentais de peso e dieta na imagem corporal de adolescentes do sexo feminino

Texto completo
Autor(es):
Tainá J. Guimarães ; Alessandra Perez ; Karin L. L. Dunker
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Jornal Brasileiro de Psiquiatria; v. 69, n. 1, p. 31-37, Jan. 2020.
Resumo

RESUMO Objetivo Avaliar as práticas parentais de peso e alimentação e sua relação com a insatisfação da imagem corporal em adolescentes. Métodos As análises referem-se aos dados de base de um ensaio clínico randomizado previamente realizado com 270 adolescentes do sexo feminino de escolas públicas de São Paulo que participaram do Programa New Moves Brasil durante os anos de 2014 e 2015. Dados antropométricos, nível econômico, insatisfação com a imagem corporal, autoestima e práticas parentais sobre a ótica das adolescentes quanto à alimentação e corpo foram coletados. Um modelo de regressão logística múltipla foi conduzido para avaliar a influência das variáveis sobre a insatisfação com a imagem corporal das adolescentes. Resultados Adolescentes que estavam acima do peso tinham média/baixa autoestima, sofriam provocações relativas ao peso e faziam menos refeições em família tiveram associação com a insatisfação com a imagem corporal. Na análise de regressão, somente o comentário sobre o peso da filha foi considerado como um fator de risco, e esse deixa de existir quando há o convívio de ambos os pais com as filhas. Em relação à influência do pai, no modelo de convivência familiar, ele pode ser tanto um modelo positivo, na influência de escolhas saudáveis, quanto negativo, ao fazer provocações sobre peso e o incentivar fazer dietas. Conclusões Práticas parentais relacionadas ao peso e alimentação são consideradas de risco para o desenvolvimento de uma insatisfação com a imagem corporal e consequente predisposição a problemas relacionados ao peso. (AU)

Processo FAPESP: 12/16952-8 - Programa de prevenção integrada de obesidade e transtornos alimentos: um estudo piloto, randomizado, comparando os efeitos do programa 'new moves' aplicada em escolas públicas de São Paulo
Beneficiário:Karin Louise Lenz Dunker
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado